☀26☀

13.3K 2.7K 3.4K

- Finalmente acabou - suspirei assim que vi a última criança deixar a sala. Eu me encostei na parede, sentindo meu cérebro latejar.

- Que disposição - Jimin disse com sarcasmo, enquanto recolhia os materiais fora do armário.

- Você não entende - me irritei um tanto com sua crítica. - Estou em uma fase complicada.

- Por causa do Taehyung? - ele perguntou e eu arregalei os olhos.

- Como sabe? - me afastei da parede e me aproximei dele.

- Bom - Jimin fechou o armário. - Ugh... Você não lembra mesmo?

- Não - lamentei, sentindo-me um idiota.

- Até onde se lembra? - perguntou, me encarando com as mãos para trás.

- Olha - senti minhas bochechas esquentarem. - Me lembro de você com a tal Alex... E aí nós flertamos... Não me lembro de mais nada.

Como eu podia não me lembrar de seja lá o que fiz com esse rapaz? Ele é tão... nem sei.

- É porque não aconteceu nada - ele virou-se e deixou a sala, e eu fiquei parado feito um poste.

Fui atrás dele, até o vestiário, e o peguei pronto para tirar a calça, então virei de costas.

- Pode explicar? - pedi, ouvindo em seguida o som do chuveiro.

- Ah, babe - Jimin disse, sua voz cansada. - Como posso explicar.

Olhei de soslaio e vi a imagem borrada de seu corpo através do vidro do box.

- Tente - me sentei no banco, tentando não espiar muito o seu banho.

- Eu estava de joelhos - ele riu, de forma lasciva. - Você estava realmente sexy. E duro.

Eu fechei meus olhos.

- Eu estava desamarrando o cordão da sua calça - o vi encostar a bunda no vidro do box. E meu corpo inteiro pulsou.

Droga, Jimin, que bunda!

- E você estragou tudo - ele desencostou o bumbum do vidro e desligou a ducha. - Começou a chorar e chamar pelo tal Taehyung.

Vai pro inferno, Jungkook!

Eu bati na minha própria testa e ele se enrolou em uma toalha, deixando a parte de cima à mostra.

- "Ah, Park " - ele começou a me imitar, dramaticamente. - "Eu amo tanto o meu Tae, eu preciso tanto dele!"

- Que merda - senti uma vergonha terrível dominar meu corpo.

- "Eu vou morrer sem o meu Tae" - Jimin sentou ao meu lado. - Então, nós deitamos na cama... Você encostou a cabeça no meu ombro. - ele me puxou pelo pescoço, delicadamente, e encostou minha cabeça em seu peito molhado. - Eu peguei minha garrafa de vodka e ouvi você chorar por duas horas, até dormir.

Me diga que isso é brincadeira.

- Me desculpe - me afastei minimamente dele.

- Tudo bem - ele sorriu, e no momento que ele sorriu, assim, de tão perto, foi como se as coisas a minha volta ganhassem mais cor. - Você fica bonitinho dormindo. Mesmo com os olhos inchados e o nariz vermelho.

Senti meu rosto ferver novamente e Jimin se levantou.

Abaixei minha cabeça enquanto ele se trocava, e senti uma vontade de enfiar um soco em minha própria cara.

Quando você vai sair do meu coração, Taehyung?





//ksksksks ola amiguitos estan bien? n sei se é assim, mas enfim. votem e comentem! muitos coraçãozinhos pra vcs//

Sunboy {jikook}Leia esta história GRATUITAMENTE!