Capítulo 63

14.7K 1.1K 69

Matt

Volto a olhar Savannah que com toda sua dedicação, leva mais uma injeção sem reclamar. Ela vê que estou olhando, levanta sua mão e mostra o dedão, "positivo". Sua pele clara na cabeça, mostra o quanto é guerreira.

É favil estar aqui assistindo, mas deve ser difícil passar pelo que ela passa..
Uma garota, especial que tem um grande coração.

Você deve conspirar a favor do mundo, para ele conspirar em seu favor.. e.. Era isso que Savannah fazia.
- Colocaram era na máquina de tomográfica. Meu celular começa a tocar.

- Oi mãe. - digo ao ver seu nome na tela.

- Filho, tem como você vir passar o final de semana na sua casa? - Katherine pergunta.

- Meu apartamento? - rebato.

- Não filho, na casa aonde você foi criado!

- Tenho compromissos com Emma.. - desligo o celular e coloco no bolso.

- Matt, acabou tudo - Savannah diz cutucando meu braço.

- O que acha de irmos comer em algum lugar? - pergunto, elá está toda sorridente e mostra empolgação.

Ao chegarmos no restaurante, peço uma sopa, pois não sabia ao certo o que ela poderia comer.. por alívio e sorte, Savannah gosta.

Um homem de meia idade com barbas brancas, aparece e comprimenta Savannah. Tento afasta-lo mas isso acaba gerando problemas..

- Matt, esse é o leiteiro, que vai me ver todo dia.. - Savannah diz ao pular da cadeira. Seguro o braço do cara, para não encostar nela. Percebo olhares em nossa volta

- Savannah, volta pro seu lugar - digo.

- Você não deve encostar em crianças, que não conheces! - falo Alto o suficiente para chamar atenção do guarda.

- Quem é você? - ele grita. - O que está fazendo com Savannah nesse lugar? A mãe dela sabe?

- Óbvio que sim, sou genro de Frida, então faça o favor de nós dar licença.

- Você o que? - ele me olha assustado.

- Sou namorado da Emmanuela. Agora por favor saía, antes que eu chame o gerente.

- Tchau Josefh - Savannah diz abanando a mão.

Então vem a tona, Josefh era o nome do pai de Emmanuela..

Ela não iria gostar nada disso...

***

Emma

- Precisamos conversar... - Matt diz puxando-me em direção ao meu quarto.

- Emma qual era o nome mesmo do seu pai? - Matthew pergunta, mas fico confusa.

- Josefh.. porque? - indago.

- Estávamos no restaurante e um homem apareceu, Savannah disse que era o leiteiro.. Mas depois quando praticamente enxutei ele de la.. Savannah disse "Tchau Josefh".

O que? Isso era impossível não rinha como ter..

- Um homem de meia idade com barba mal feita e uma vestimenta brega.. - ele diz. - Tinha uma pinta embaixo do..

- Olho direito - completo.

Sim aquele homem havia voltado, depois de meses sem dar as caras, ou ao menos ligar. Frida sempre brigava com o "leiteiro", que era sarcástico o modo que ele vinha somente quando eu não estava presente.

Sempre apoiei minha família, fazendo de tudo para estarmos unidas... Não seria agora que esse velho bêbado, iria atrapalhar tudo!

- Ele é um alcoólatra, que não consegue nem ao menos dar conta da própria vida.

- Emma, estou com uma impressão ruim, sobre esse cara - Matthew fala com cara feia.

- Não acredito, que ele esteve por aqui e minha mãe nunca disse nada.

Querida BabáOnde as histórias ganham vida. Descobre agora