NEM TUDO É O QUE PARECE

1K 101 11


1 mês depois...

Contei tudo o que aconteceu para a minha melhor amiga, ou melhor, o que eu lembrava, já que minha mente era um emaranhado de imagens desconexas eu lembrava do cara no bar e de sair dali com ele o resto era uma confusão só na minha cabeça, fiquei a manhã toda no quarto, aguentando a Rafaela e a Rebeca contando as suas aventuras amorosas e no fim da tarde partimos para o Brasil.

A viagem de volta foi tranquila e fiquei calada a maior parte do tempo. Embora eu não me lembre o que realmente aconteceu comigo naquela noite. Uma coisa eu tinha certeza, eu perdi minha virgindade com aquele cara do bar e minhas partes intimas doloridas não deixavam dúvidas sobre isso. Depois de fazer sexo desprotegida passei esse mês em pânico total esperando o dia da minha menstruação chegar e para meu alivio finalmente o dia chegou e eu estava mais do que aliviada com a notícia. Quem diria que eu um dia a garota mais centrada do ensino médio, que não frequentava baladas nem ficava com os garotos da escola, iria ficar com medo de estar grávida de um cara no qual ela nem sabe o nome e passou apenas uma noite com ele.

Enfim hoje eu posso respirar e faltando apenas algumas semanas para começar a minha faculdade eu precisava de foco e esquecer esse pequeno deslize.

Eu e a Gabi estávamos mudando para São Paulo juntas, nossos pais alugaram um apartamento para dividirmos perto da faculdade, por isso essa semana mesmo empacotamos tudo e saímos em direção a capital.

O apartamento era pequeno, mas cada uma tinha o seu quarto e com seu banheiro e uma pequena sala, com uma cozinha minúscula, enfim o que importa é que vamos ficar juntas e perto da Faculdade. Levamos dois dias para arrumar todos nossos pertences nas cômodas e prateleiras que tínhamos trazido da nossa casa, quando enfim terminamos estávamos exaustas e famintas. Por isso pedimos uma pizza e em seguida caímos na cama esgotadas.

Os dias que se seguiram foram para terminar de organizar as coisas no apartamento e conhecer o campus da faculdade, eu a Gabi fazíamos cursos diferentes, por isso assim que chegamos no campus partimos para lugares opostos, já que minha amiga faz o curso de artes cênicas que era do lado oposto do meu curso de medicina.

O primeiro dia foi legal e eu até conversei com algumas meninas da minha turma, mas fiquei o resto do dia escondida com medo dos trotes. No final do período eu estava pronta para começar minha aventura morando com a minha amiga e a faculdade de medicina.

As aulas enfim começaram e a semana passou praticamente voando, nesse tempo quase não vi a Gabi já que tínhamos horários totalmente diferentes e eu não tinha tempo de fazer quase nada que não fosse relacionado com o meu curso, já na primeira semana descobri que cursar medicina era difícil e eu precisava estar focada o tempo todo nas aulas, assim não tinha tempo de fazer quase nada que não fosse relacionado ao meu curso.

Mais uma semana e eu estava atolada de trabalho, enquanto a Gabi ia em todas as festas da Faculdade nessa altura a garota conhecia quase todos os alunos, enquanto eu só fiz amizade com uma menina que sentava ao meu lado em algumas aulas, o nome dela era Joana, ela era simpática e ficávamos horas na biblioteca fazendo os trabalhos juntas, quando terminávamos comíamos um lanche na faculdade mesmo e depois de nós despedir cada uma seguia seu caminho.

No outro dia acordei cedo como todas as outras manhãs, tomei um banho rápido, coloquei uma calça jeans e uma blusinha branca, meu par de all star branco e para finalizar prendi meu cabelo num rabo de cavalo e fui para a cozinha. Pela primeira vez nessa semana encontrei a Gabi, conversamos um pouco sobre o que fizemos ontem e ela me convidou para ir a uma festa amanhã à noite, eu como sempre tentei recusar, mas dessa vez a Gabi não me deu nenhuma oportunidade de escapar eu estava definitivamente intimada a comparecer. Como não podia continuar discutindo com ela sobre isso, acabei concordando e saímos atrasadas para a nossa aula.

Apenas uma vez -DEGUSTAÇÃOLeia esta história GRATUITAMENTE!