- Epilogo -

630 43 14

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

- Belle, Belle, toma a chupeta bebê

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

- Belle, Belle, toma a chupeta bebê... - Phill tenta dar a chupeta pra irmã que está em meu colo.

Estamos todos saindo para o parque de diversões, aquele que fui quando conheci minha pequena princesa. E quando digo todos, quero dizer TODOS mesmo. Nossa pequena reca, incluindo avós, avôs, bisô, tios e amigos. Pietro e Julia com sua linda menininha Julianna que nasceu alguns dias antes da nossa Belle... Nossas duas doces e loucas mulheres grávidas juntas, quase fizeram eu e meu amigo nos jogar de uma ponte, hormônios femininos na gravidez não é coisa de Deus, mas deu tudo certo e nossas filhas estão cada dia mais lindas. Não quero nem pensar quando essas duas e minha princesa estiverem de namoricos, ainda bem que tenho o Phill que é mais ciumento do que eu.

Pietro e Julia acabaram adotando duas crianças que estavam sempre perto do sinal que fica próximo da PLANOT o Petrus e o Bruno. Eles sofreram muito nas mãos de um pai abusivo que fazia com que eles passassem o dia na rua pedindo dinheiro para alimentar o vicio dele. São dois irmãos maravilhosos e depois de algum tempo de burocracia, enfim deu tudo certo e agora eles tem uma grande família. São super apegados à pequena Julianna e se tornaram amigos de Phill.

- Phill ela não quer. - Maria Vitória toma a chupeta da mão dele. - Papis, deixa ela com a gente e vai chamar a mamis, senão vamos nos atrasar. - Diz afobada. - Quero mostrar a roda gigante pra Belle.

- Ta certo minha princesa. - Coloco minha ruivinha dentro do bebê conforto cobrindo com uma manta a parte de baixo do tronco dela. - Cuidem dela crianças, volto já com a mãe de vocês. - Dou um beijo na cabeça de cada um e subo para o nosso quarto. Ísis quando quer, sabe demorar para se arrumar, ainda mais agora que colocou na cabeça que está obesa depois da gestação. Mal sabe ela, que agora está mais gostosa do que antes... Com mais curvas e carne para que eu possa me perder.

Chego ao quarto e minha fada está de frente à janela com o olhar perdido. Minha esposa é maravilhosa e a luz que bate em sua pele branquinha contornando seu corpo acaba comigo. Me aproximo e enlaço sua pequena cintura com meus braços beijando seu pescoço.


  - Meu amor, o que está fazendo aqui parada? - Beijo sua orelha, dando uma pequena mordida

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

- Meu amor, o que está fazendo aqui parada? - Beijo sua orelha, dando uma pequena mordida. - Eu e as crianças estamos apenas te esperando. - A viro e encaro seus olhos verdes esmeraldas.

Isís encosta sua cabeça em meu peito e me abraça com força. - Só estava pensando o quanto sou feliz! - Sua respiração está lenta e relaxada. - Obrigada por ser o melhor pai do mundo, assim como o melhor marido também.

A puxo para mais perto e seu olhar me fita novamente. - Amo você minha fada! - Beijo seu delicado nariz. - E eu que tenho que agradecer você por ter me dado uma família perfeita e por me aturar. - Dou um beijo no canto da sua boca e aperto sua nuca trazendo sua cabeça mais perto da minha. Suas pequenas mãos vão para minhas costas agarrando com mais força e aprofundo nosso beijo. Com minha fada é sempre assim, nosso desejo cru está sempre pairando sobre a gente.

Puxo sua coxa para cima e ela enlaça suas pernas ao redor do meu tronco e nesse momento minha ereção se junta com seu monte de vénus. - Minha língua dança eroticamente ao longo de sua boca e a coloco em cima da comoda em frente nossa cama.

- Amor, as crianças estão nos esperando. - Isís tenta falar mas sua voz saí falhada de tanto tesão e desço minha língua para sua orelha a fazendo gemer. - Ahhhhr.

- Só uma rapidinha minha gostosa. - Puxo seus lábios com meus dentes. - Maria Vitória e o Phill não irão deixar a irmã sozinha e o restante do pessoal já devem estar no parque nos esperando. - Coloco minha mão por baixo do seu vestido até chegar no bico atiçado e duro da minha fada.

Isís abre meu zíper tirando meu pau para fora da calça e faz pequenos movimentos em sua extensão. - Assim você me mata meu amor. - arrrg. - Gemo. - Não posso demorar muito e do jeito que estou aqui não duro nada. - Coloco sua calcinha para o lado e posiciono minha ereção em sua entrada molhada.

Puxando lentamente o bico da minha safada e chupando seu lábio começo a estocar cada vez mais rápido. A comoda bate na parede, mas nada tão alto que possa ser ouvido do andar de baixo. - Rebola pra mim minha putinha. - Digo já quase no limite.

- Amo você Vini. - Arfa entre nossos beijos e começa a rebolar me levando a loucura. - Arrrrg. Meu Deus... Não para não, To quase lá... e sinto suas paredes ordenhar meu pau até que cada gota do meu gozo seja derramada dentro dela.

- Eu que amo você minha vida. - Minha cabeça cai em seu ombro. - Minha, só minha! - Beijo seu ombro e saio de dentro dela.

- Temos que nos limpar e descer. - Ela desce da comoda com minha ajuda e vai em direção ao banheiro. Logo depois sai limpa devidamente e em entregando uma toalha úmida. - Pega amor, se limpa e desça. - Pisca e sai rebolando para fora do quarto.

Após uma rodada quente e dura de sexo com meu amor fomos para o parque de diversões e assim que chegamos avistamos nossa pequena família que de pequena não tem nada! Sorrio ao ver minha amiga amamentando Julianna minha pequena afilhada sentada em ...

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

Após uma rodada quente e dura de sexo com meu amor fomos para o parque de diversões e assim que chegamos avistamos nossa pequena família que de pequena não tem nada! Sorrio ao ver minha amiga amamentando Julianna minha pequena afilhada sentada em um banco, e mando um beijo para ela quando seu olhar cruza com o meu.

Minha Belle está com seis meses e é uma linda ruivinha igual a mãe. Vini amou quando viu os cabelinhos ralos vermelhos sobre a cabeça dela na maternidade. Ele acha ela a minha cara e teme quando ela tiver mais velha, pois vai tirar o juízo dos garotos assim como eu tirei o dele.

Olho para meu marido com nossos filhos ao seu redor e meu sorriso alcança meus olhos, se existe a definição de felicidade, essa por sua vez se resume a minha família.

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.
DOCE LOUCURA - Quando menos esperamos aconteceLeia esta história GRATUITAMENTE!