Capítulo 1

1.2K 110 48


_CHEGUEIIIII!!!!

Quase morri de susto quando Dandara, ou simplesmente Dandy, minha amiga maluquete, ruiva, cabelos longos, pele bem clara e olhos verdes chegou gritando no saguão do Resort "Sun & Sea" onde trabalhamos, ele fica na linda e paradisíaca praia de Jericoacoara, no interior do estado do Ceará, carinhosamente chamada de "Jeri" pelos moradores. Uma maravilha de lugar, superluxuoso, tranquilo, estrutura de qualidade e onde se hospedam vários turistas, inclusive estrangeiros e celebridades nacionais e internacionais fugindo da agitação de suas vidas. 

_Está querendo perder o emprego, sua doida?

_Para TUDO, amiga! Vai me dizer que você não está empolgada para a chegada dele? 

_Dele quem? Do Coelhinho da Páscoa ou do papai Noel?  

_Engraçadinha! Você sabe muito bem de quem eu estou falando, do mega, super, máster, Plus Sam Williams. - Ela estava se referindo a um ator inglês, o mais novo queridinho de Hollywood. O homem dos sonhos de dez entre dez mulheres espalhadas pelo mundo todo. E que havia sido convidado por Dexter, o proprietário do Resort em que trabalhamos, para passar uma temporada por aqui.  

_Quanto exagero! - Rebati _Ele é uma pessoa normal como qualquer outro hóspede, sabia? 

_Gabriela Oliveira, como você pode ser tão fria? Ele é muito lindo, famoso, simpático... Tudo de bom! -Fez questão de falar meu nome completo. Sinal de que estava brava comigo, por que, normalmente, todos os meus amigos me chamavam de Gaby. 

_Ok! Não nego. Ele é, realmente, tudo isso que você disse. Só não vejo motivo para tanta euforia. Já tivemos muitos outros hóspedes tão lindos quanto ele. 

_Seu pai te estragou, querida! Você é a melhor amiga de todas, mas se tietasse junto comigo seria perfeita. 

Não resisti, e acabei dando risada do que ela disse. 

No fundo, ela tinha razão. Meu pai era um homem bastante rígido, sistemático e severo. Nunca nos proibiu, a mim e as minhas irmãs, de termos nossos ídolos, porém sempre deixou bem claro que jamais nos levaria para vê-los de perto. Que esse negócio de tietagem era besteira. Que eles eram gente como a gente. Pedir autógrafos, tirar fotos, gritar e me descabelar por uma celebridade foi algo que nunca fiz. E hoje, aos 28 anos, não conseguiria fazer de maneira nenhuma. Na verdade, nunca me imaginei fazendo nada parecido. 

_Ele deve estar para chegar.

Dandy me trouxe de volta das minhas lembranças. 

_Verdade! E eu, estou terminando o meu turno e indo para nosso quarto descansar. Aliás, o seu também está no fim e você deveria fazer o mesmo. Afinal, amanhã voltamos a trabalhar bem cedo. 

Dandy é minha melhor amiga desde a época da faculdade em São Paulo, estado onde nascemos e vivemos até virmos para cá. Eu era do interior e ela da capital. Desde o primeiro dia de aula nossa afinidade foi tão grande, que não nos desgrudamos mais uma da outra. Por isso viemos trabalhar juntas e procurávamos estar sempre no mesmo turno. Nós também dividíamos um dos quartos destinados a funcionários não nativos da cidade que ficavam nos fundos do Resort. 

_Eu me recuso a acreditar que você não vai fazer uma horinha por aqui até o Sam chegar.

_Pois pode acreditar, ele vai ficar alguns dias e vou ter tempo de sobra para vê-lo. Além do que, meus sapatos estão me matando e estou morta de cansada. Tudo o que eu quero é bater o ponto, ir para o nosso quarto, tomar um bom banho, me jogar na cama para assistir TV e depois dormir. 

Uma Incontrolável Atração (DEGUSTAÇÃO)Leia esta história GRATUITAMENTE!