Diversos #18 - A página branca

827 91 23





Nada traduz mais o fracasso do escritor do que não conseguir preencher uma página em branco. Seja a primeira, seja a última, quando o escritor fica bloqueado ele perde o que o define – ser quem escreve. Pior ainda, preencher uma página em branco pode confirmar suas suspeitas que ainda não escreve como gostaria. Nada comparado aos seus ídolos.

Só que escrever é, em até certo ponto, um ato de fé. Você precisa acreditar que você vai chegar lá no futuro. Não será fácil, nem rápido, mas você precisa acreditar em uma evolução constante e lenta em direção à qualidade. Todo mundo – inclusive o seu autor favorito – teve que trilhar essa árdua estrada.

De qualquer forma, existem algumas técnicas que podem te ajudar a enfrentar o bloqueio com menos desespero:


Storyline

Faça um storyline – uma relação de todos os principais acontecimentos da história. Reflita e faça uma lista sobre o que precisa acontecer de um ponto ao outro da trama, incluindo nas mudanças nos personagens. Quando você estiver confiante na sua história, comece a escrever. O método Snowflake (Enredo #6) ajuda muito nessa organização.


Deadline

Contanto que você fique contaminado com a importância e a urgência, um prazo rigoroso pode te destravar. Adaptar a ideia do NaNoWriMo (Diversos #13) pode fazer ajudar.


Pausa

Às vezes, nós pensamos tanto em um problema que não conseguimos enxergar as soluções mais óbvias. Por isso, um afastamento pode ser útil. Faça um exercício físico, leia um livro que você não leria, escreva sobre outra coisa, ouça músicas, assista um filme que não tem a ver com o seu enredo, converse com um amigo sobre qualquer assunto menos seus problemas com a escrita. Só não faça isso sempre. Isso seria postergação. Assim que estiver energizado, volte a escrever.


Comece diferente

O início da história é muito importante e consequentemente traz consigo muita expectativa. As chances são grandes que você ainda não conhece a trama o suficiente para escrever o início. Por isso, evite começar uma história por ele. Comece pelo meio, ou pelo fim. Eu recomendo que você comece pelo clímax – o plot point principal (Enredo #3). A partir daí, você saberá o que precisa acontecer na história e, fazendo o caminho inverso, deduzirá como ele deve começar.


Ignorar

Um escritor que deseja ser um profissional, deve se acostumar com o profissionalismo. Nesse sentido, tenha um horário para escrever e escreva nesse horário. Ou tenha uma meta de escrita (em páginas ou palavras) e não pare até terminar – não importa se você usará toda a madrugada. As primeiras vezes serão difíceis, mas a disciplina traz a rotina que traz a facilidade.



***
A participação de vocês é imensamente importante! Peço que usem os comentários para críticas, perguntas, opiniões e sugestões de temas. Se gostarem, não deixem de votar e adicionar à sua lista de leitura para não perder os próximos capítulos.

GUIA do Escritor de FicçãoOnde as histórias ganham vida. Descobre agora