Método "Outline"

1.8K 13 10

Outline é um termo em inglês que, numa tradução livre, significa "contorno". É o fio mestre que servirá de parâmetro para conduzir toda a sua história. Se for para fazer uma analogia (e escritores adoram analogias), pense num construtor que deseja erguer um prédio de 20 andares. Não existe a menor possibilidade do cara escavar as fundações do prédio e assentar os tijolos sem que ele saiba, exatamente, a forma que ele dará ao prédio no término da obra.

O construtor só começa uma obra depois que ele tiver um projeto muito bem definido. Um plano que defina a área exata a ser construída, quantos apartamentos serão distribuídos por andar, quantos cômodos terá cada apartamento, e assim por diante.

O outline para o escritor, portanto, nada mais é do que um projeto. Só que, ao contrário do construtor, o escritor tem total liberdade para adaptá-lo ao longo do tempo, à medida que a sua história vai sendo construída. Existe flexibilidade, até porque os recursos que dispõe o escritor são teoricamente infinitos, limitados apenas por sua criatividade. Os contornos de uma história nos indicam um caminho bem iluminado e há um grande desejo, por parte do escritor, de trilhá-lo em sua maior parte.

A técnica de escrita outline é um contraponto bastante acentuado ao método adotado pelo escritor orgânico e, por isso mesmo, frequentemente são travados debates acalorados entre os defensores de ambas as técnicas

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

A técnica de escrita outline é um contraponto bastante acentuado ao método adotado pelo escritor orgânico e, por isso mesmo, frequentemente são travados debates acalorados entre os defensores de ambas as técnicas.

Enquanto o escritor orgânico segue sua inspiração e enche a folha com detalhes ao mesmo tempo em que pensa na estruturação do texto e na conexão dos eventos, o escritor que se utiliza do método outline segue um outro caminho. Ele se planeja antes de construir a sua história. O escritor que traças os contornos da história prefere conhecer os eventos, os conflitos, os personagens e os cenários que existirão antes de sentar e escrever os seus capítulos repletos de detalhes.

Planejar a história antes de escrevê-la tem suas vantagens. Quem adota o método outline consegue definir, de antemão, quais serão os desastres, os conflitos e as reviravoltas antes de detalhá-los. Este método permite que o escritor teste tais eventos, seja do ponto de vista emocional (se eles realmente são carregam em si a dinâmica que se espera passar ao leitor), seja do ponto de vista lógico (se eles têm a ver entre si).

Mas também tem suas desvantagens. Há quem diga que criar esquemas prévios empobrece as possibilidades, pois o autor fica tentado a seguir os contornos construídos de maneira mais seca, resistindo a inovações ou desdobramentos que eventualmente poderiam enriquecer a história. Só que, como falei, o outline pressupõe movimento, ele não é algo estático, podendo ser ajustado conforme a história avança. O problema é que, inconscientemente, "seguir o fio mestre" pode interferir negativamente na escrita criativa.

Existem diversas formas de se construir um outline para a sua história, mas todas elas seguem o mesmo princípio: criar um contorno para a história que seja testável (do ponto de vista lógico e emocional) e que sirva de parâmetro para que você escreva sua história em definitivo.

Técnicas de EscritaOnde as histórias ganham vida. Descobre agora