Cap - 5

4.8K 344 6

(Arianne)

Edu: ...

Ari: Anda responde! -falo me alterando, más, sai um pouco baixo-

Edu: Você quer saber o que eu quero?... -ri sarcasticamente-

Ari: Por que está rindo idiota! -falo quase chorando-

Edu: Nada - para de ri e fala sério-

Ari: SEU IDIOTA! - rumo tudo que vejo pela frente nele-

Edu: Ei, PARA SUA LOUCA -fala se esquivando-

Ari: EU TE ODEIO! - continuo jogando as coisas-

Edu: Eu sei que você me ama, não precisava admitir meu amor -fala irônico e começa a rir-  

Fui pra cima dele, más, ele me segurou pelos braços me apertando e me olhando com ódio no olhar,me encosta na parede, tento me soltar juntando todas as minhas forças, porém, ele muito forte... CLARO É UM VAMPIRO!

Ari: ME SOLTA! - olho nos fundo de seus olhos e sinto uma coisa estranha-

Edu: Não posso... 

Ele me beija profundamente, como se estivesse esperando isso por milênios... eu retribuo sem ao menos lutar, pois, não tenho forças para isso... E por fim nos separamos ofegantes.

Ari: O que foi isso...

Edu: Eu num sei...

Ari: Ata, eu... Eu... Preciso... Eu vou lá encima.

Edu: Fazer o que lá ?...

Ari: Vou me deitar um pouco mais...

Edu: Então... Tá, eu vou ficar aqui... Se precisar...

Ari: Ok, obrigada... -sorrio-

Edu: Por nada... -sorri fraco-

(...)

Ari: que cheiro bom...

Edu: Que bom que gostou! -sorri ( E QUE SORRISO)-

Ari: O que está fazendo?... -falo curiosa

Edu: Lasanha... Gosta?

Ari: Amoooo -falo alegre-

Edu: -sorri-

Ari: É tão bom ter alguém pra cozinhar... -falo sorrindo-

Edu: Está pronta a lasanha...

Ari: -Ajudo a ele a botar a mesa e pego o suco na geladeira-

E depois nos servimos e comemos... E só pra deixar claro estava uma delícia, apaixonei pela lasanha.

Ari: Estava ótima... -falo de barriga cheia-

Edu: Uhum...

Ari: Por que não tem empregadas nem ninguém?... - pergunto enquanto ele tirava a mesa-

Edu: -Ele fica um pouco incomodado...- Não interessa, isso não é assunto seu...

Ari: Voltou a ser grosso?... Tava demorando -reviro os olhos e ele sai andando- Nossa precisava disso... Eu ainda vou descobrir...

Vou andar um pouco pela casa, vai demorar... Já que é imensa... Chego em frente a uma porta enorme enfeitada com prata e um cadeado de ouro... Nossa...

O que será que ela achou em gente?... Verá o que vai acontecer no próximo capítulo... Milhões de desculpa pela demora, eu sei que demoro mais de um ano para escrever e ainda descrevo pouco... Sem tempo (provas) desculpem me...
Bjs <3

O Vampiro é o meu ChefeLeia esta história GRATUITAMENTE!