Capítulo 01

3.5K 202 14
                                                  

Evanna caminha apressadamente pela Wall Street, basicamente trabalha em uma loja de roupas masculinhas, jovem de 18 anos que acaba de concluir o ensino médio e preferiu dar um tempo nos estudos, queria viver um pouco e se divertir, mudou para Nova York há seis meses e mora sozinha no Brooklin do outro lado da ilha, filha de mãe solteira e de Massachusetts, uma cidadezinha chamada West Boyston, resolveu que precisava ganhar o mundo, sonhava em ser publicitária e a cidade grande lhe traria ideias.

_ Outra vez atrasada Evanna. _ Diz Luke Stron, seu chefe e dono da loja.

_ Me desculpa Sr. Stron!... Perdi a balsa e tive que esperar a outra.

Deixei a minha bolsa embaixo da prateleira da recepção, puxei os cabelos para fazer um rabo de cavalo, Luke ficou de olho no que fazia e se aproximou.

_ Quando é que vai aceitar meu convite para jantar? _ Luke apoia o cotovelo no balcão e me encara.

Sorri desconcertada.

_ Não me leve a mal Sr. Stron... Mas o Senhor e casado e sua esposa vem todos os dias aqui... Não posso aceitar. _ Torcia a boca e dei de ombros e saí de traz do balcão para respirar.

Luke não gostou do que disse, respirou fundo e começou a ver os papeis do caixa, olhei no relógio, eram 10:20h da manhã, estava vinte minutos atrasada, olhei para minhas colegas que arrumavam as araras, aproveitei e fui para uma que ainda não estava arrumada, Stron gostava que deixássemos as cores em harmonia, começando do terno mais escuro até o mais claro.

Luke não era um homem de se jogar fora, moreno e alto, adepto de exercícios físicos, sempre usando camisetas baby look, ou camisas justas e calças coladas mostrando o quanto é atraente e másculo, mas era bem mais velho que eu, poderia ser meu pai, daria a ele uns 45 anos, sua esposa era extremamente ciumenta e como éramos três jovens e muito bonitas, Judy não dava trégua e sempre fazia visitas sem avisar, loura de cabelos ondulados e se vestia escandalosamente de calças coladas no corpo de onça ou tigre e blusas coladas mostrando seus peitos siliconados, e salto alto com plataformas.

_ Luke te chamou para sair novamente? _ Maggie se aproxima de mim, entregando dois ternos que faziam parte do n. 40.

_ Me chamou para jantar... Acredita? _ A olhei, Maggie sorriu e chacoalhou a cabeça em negativa.

_ Fez muito bem em não aceitar... Barca furada. _ Disse ela saindo de perto de mim.

Olhei para Luke, ele me olhava com um sorrisinho maroto, não iria desistir, respirei fundo, eu estava ali apenas seis meses, meu salário era bom e o horário era flexível, não queria deixar de trabalhar naquela loja.




Bendito AmorOnde as histórias ganham vida. Descobre agora