Lua

1 0 0
                                                  

Música – Bruno Mars – Talking To The Moon

Dedicatória: Rafael Costah

A Noite, olhando para a lua. Um jovem garoto de bela aparência andava na rua da pacata cidade.

Vazia.

E sozinho.

Em alguns momentos ele olhava para alguns casais de todos os gêneros passando por ele.

Felizes.

Sorrindo.

As vezes trocando caricias ou beijos. Nada mais do que isso.

Ele baixava a cabeça, colocava mão no peito e fingia não olhar.

"Quero ser feliz também...", era o desejo dele.

É o desejo dele.

***

Sentado no banco do pequeno parque. Ele tirava a toca da blusa, mostrando o seu belo rosto, liso e moreno claro, seus olhos castanhos e cabelo com algumas luzes loiras.

Rapidamente ele olhou para a lua no céu.

Se sentia inseguro.

Ansioso por algo.

Olhava para os lados enquanto estava sentado.

Parava e olhava para o lago a frente, calmo e tranquilo, com a lua se mexendo levemente nas ondas da brisa noturna.

Suspirou.

– Ele não virá... – Diz para si mesmo em voz não muito alta e trêmula.

A respiração dele começa a ficar mais forte, quando uma mão grossa lhe toca os ombros.

Quando ele levanta, o jovem garoto o abraça por trás.

Acariciando a sua mão gentilmente e com o rosto apoiado no ombro ele, ele o beija carinhosamente.

– Desculpe o atraso... – Diz o outro jovem atrás.

Soltando-o e assim, o virando.

Um olhando de frente para o outro.

Agora, o outro garoto um pouco mais velho se aproxima dele, e segurando a suas mãos, se aproxima dando um leve beijo nos lábios do outro garoto que instantaneamente, abre um sorriso aliviado e o abraça forte cortando o beijo.

O garoto mais jovem, abraçado ao mais velho que estava de costas agora para o lago, olhava para o lago e para a Lua cheia no céu sem nuvens, apenas estrelas.

"Brigado...", pensava ele muitas vezes, olhando para ela.

O mais velho o coloca um pouco para trás e lhe dá um presente que havia escondido em sua mão.

– Trouxe para você... – Ele lhe mostra – Uma rosa vermelha.... Sem espinhos – Diz ele mostrando e sorrindo.

***

Nesse instante, ambos estão sentados na grama sob a luz da lua, trocando carícias.

Sem esquecer a rosa vermelha.

E um anel no dedo de cada um.

– Te amo...

Contos de Um Lobo na Cidade - Vol. 2 - Histórias Não ContadasOnde as histórias ganham vida. Descobre agora