Introdução

152 5 1

Este texto é uma peça teatral, constituído basicamente por descrição de ações e diálogos.

Para uma experiência mais satisfatória de leitura seguem algumas orientações:

- Este tipo de texto exige que o leitor seja imaginativo, preenchendo as lacunas do texto com suas visões pessoais sobre os detalhes do cenário, das personagens, e até mesmo das ações. Pois a maior parte do texto é fundamentada em discursos, com algumas informações relevantes para o enredo.

- Quando um personagem é apresentado ao leitor seu nome vem em letras maiúsculas seguido de uma breve descrição. como no exemplo abaixo:

DOUBLAS é um mendigo que possui boa aparência apesar dos trajes maltrapilhos.

- A fala de cada personagem é identificada por seu nome em letras maiúsculas e dois pontos. como no exemplo abaixo.

NAIR: André! Levanta que já passou da hora!

- Quando a ação acontece juntamente com a fala, a mesma fica entre parênteses, em meio à fala da personagem, como no exemplo abaixo:

ANDRÉ: (espreguiçando-se) Ahh, mãe. Eu tô com dor de cabeça. Num quero i pra escola hoje.

***

SINOPSE

Uma surpreendente amizade entre uma jovem garota e um irreverente mendigo. Uma história comovente em que diferenças sociais expõem o preconceito da sociedade e a relutância da família, dificultando a continuidade de uma bela relação.

PERSONAGENS

Carla: Garota de classe média: possui grande simpatia e beleza.

Douglas: Mendigo: possui boa aparência apesar dos trajes maltrapilhos.

Antônio: Pai de Carla: senhor distinto e conservador.

Rafael: Irmão de Carla: simpático e companheiro.

Andréa: Prima de Carla.

Priscilla: Amiga de Andréa.

Teatro - O filme de nossas vidasLeia esta história GRATUITAMENTE!