Exercícios #8 - Drive emocional das cenas

898 99 15




Vamos lá! Mais um exercício para o fim de semana!

Pegue uma cena pequena de um filme (ou de um videoclipe) com duas pessoas. Cerca de um minuto dela será suficiente. Assista algumas vezes até você acreditar que sabe tudo o que aconteceu. Então, vendo a cena devagar, quadro por quadro, descreva (em terceira pessoa) o que acontece. Transcreva todo o diálogo. Perceba onde os olhos focam, onde as mãos estão, como são as pessoas.

Descreva todos os detalhes com o cuidado de não "entrar na cabeça" dos personagens. Não use verbos de pensamento ou sentimento. Seja um observador neutro.

Agora que você terminou essa descrição. É a hora de você assumir qual a emoção que define a cena. Incorpore essa emoção e mostre pelas ações dos personagens (sem mudá-las) o que estão sentindo. Continue firme e não use verbos de pensamento ou sentimento. E evite clichês, como por exemplo:

"Ele olhos nos seus olhos." ou "Ela sorriu envergonhada." Prefira:

"Ele a encarou. Ela abaixou a cabeça e deixou o cabelo esconder seu sorriso."

E agora o teste de fogo: Inverta a carga dramática da cena. Se era amor, use raiva. Se era tristeza, alegria. Faça as mudanças necessárias (desde que pequenas), mas não mude o diálogo. Use ironia e sarcasmo quando preciso. Tente mostrar a mudança pelas sutilezas dos movimentos. Não tem problema se não ficar muito óbvio.

Compare as três descrições. Como você pode deixar a primeira mais neutra (agora que você fez uma narrativa "apaixonada")? Como você pode deixar a segunda menos óbvia (agora que você trabalhou as sutilezas com a narrativa de carga oposta)? O que você aprendeu usando o diálogo para dizer o contrário?

OBS.: Esperando ajudar, deixo um link de um clipe no comentário que tem muitos olhares significativos. Se aceitarem a sugestão, pense que eles estão apaixonados e depois que ele está sendo rejeitado. Nesse caso, não mude nenhuma ação.


***

A participação de vocês é imensamente importante! Peço que usem os comentários para críticas, perguntas, opiniões e sugestões de temas. Se gostarem, não deixem de votar e adicionar à sua lista de leitura para não perder os próximos capítulos.

GUIA do Escritor de FicçãoOnde as histórias ganham vida. Descobre agora