Capítulo 98

1.4K 101 3

"Onde ele está mãe? Eu preciso encontrá-lo." "Não! Você não vai encontrar esse homem... Nunca!" "Esse homem é o seu marido. Meu pai. Eu quero, você não pode me negar isso. Você sabe onde está. Eu sei que você sabe. Me conte, por favor." "Não! Mil vezes não! - ela bate com as duas mãos na mesa. - Eu cuidei de você todos esses anos. Eu fiz tudo, tudo pra te dar o melhor e agora você quer correr para os braços daquele demônio?" "Eu só quero respostas. As coisas não se encaixam..." "Respostas? Você quer respostas? Quais? Que seu pai é bandido, que o seu emprego foi arranjado propositalmente, que essa gente quer te usar como isca..." "Mentira! Jonas me ama." Minha mãe solta uma gargalhada. "É? Ele te ama? Fala sério!" Ela se levanta e pega uma cerveja na geladeira. "Ama sim. Ele sofreu um acidente e vai se recuperar. Vamos nos casar." "Cala a boca! Você é tão burra! Porque? Acorda minha filha. O que eles querem é vingança." "Mãe, faz aasim... Vamos parar com esse assunto. Preciso sair." Pego minha bolsa. Quando abro a porta dou um grito. "Dylon? Meu Deus! O que... Entra..." Arrasto ele para dentro da sala. "Becky... Becky..." Ele parece cansado, está ferido, tem um corte na testa. Ele foi violentamente agredido. "Dylon... O que foi?" "Virginia... Virginia..." "O que tem ela?" "Eles... Eles a mataram..." Sem força ele desmaia. E eu quase vou junto.
Minhas pernas perdem a força e eu caio de joelhos.

Sim senhorLeia esta história GRATUITAMENTE!