Capítulo 32

505 44 5

Louise P.O.V

Havia uma carta,peguei e comecei a ler

Para Louise,
Olá querida acho que estarei morta quando leres isso é tão estranho,na verdade na nossa vida tudo foi muito estranho,eu peço desculpas por ter te abandonado Lou,eu e seu pai smp amamos muito você,nunca se esqueça disso...fizemos isso porque um sacrificio era necessario,ja sabiamos do seu destino,tentamos de tudo,viajamos por cada parte do mundo para mudar isso,para encontrar uma solução,mas falhamos..
Eu e seu pai lutamos contra o demonio,usamos todas nossas forças,mas não foi o suficiente,tentamos Lou,tentamos te salvar
Você é especial,bonita,forte,corajosa e nunca deixem que te digam ao contrario.
Acho que sua avó já te contou a verdade que és uma bruxa e saiba que é mais poderosa do que pensa,não fuga de quem você é,mesmo que isso te assuste,sinto muito por não estar ai para de auxiliar e te ajudar,saiba que não importa nosso paradeiro sempre amaremos você!
Tenho tantas coisas para lhe dizer,para lhe esclarecer,mas eu não posso,meu tempo é curto mas eu amo você e tenho um presente que te ajudara canalizar esse poder
Nunca esconda seu verdadeiro eu,nunca desista não importa quais são as curcunstancias,você e capaz de tudo,essa batalha e sua e eu sei que você consegue...
            Com amor mamãe!"

Debaixo da carta havia uma colar com um pingente que se abria e dentro havia um pó preto não sabia o que era aquele pó então apenas fechei e coloquei em mim
Tinha um livro também ele parecia um pouco velho abri e tinhas palavras estranhas..acho que é um livro de feitiços ou algo assim,e havia uma fotografia era nossa familia,deixei as lagrimas rolarem eu não posso fazer isso eu não consigo nem controlar minhas emoções imagina..magia

  Eu preciso pensar,peguei um moletom cinza e vesti por cima do vestido e uma toca vermelha e caminhei em direção porta sai e caminhei até um parque mais proximo,minhas respiração esta acelerada,minha pulsação também,não sabia o que fazer pra onde me esconder,não havia pra onde me esconder,chorar não resolveria,então me isolar seria a melhor opção,tá o parque não seria o melhor lugar para se isolar,mas sabia de um lugar de lá que era perfeito..
Caminhava devagar,no ritmo que milhões de pensamentos passavam pela minha cabeça..
Logo aviste o parque as crianças brincavam,algumas pessoas sentadas ou deitadas na grama,ou mesmo idosos sentados nas velhas mesas de xadrez e damas,ou algumas crianças jogando pedrinhas no pequeno lago,avistei o velho carvalho me encostei e apenas relaxei e tentei não chorar,porque tudo è tão complicado a vontade de me suicidar era maior que tudo naquele momento,não posso lidar com isso...
                             ∆
Passei quase 3 horas naquele carvalho,estava no caminho de volta para casa,mas não consigo completar meu percurso,quando estou perto de casa eu volto para trás e dou mais uma volta no quarteirão já estava na decima nona volta,quando vejo um cara de moto gritar meu nome,era Zayn..naquele momento eu não queria conversar,mas eu não queria o magoar então dei meia volta e corri ate o mesmo desceu da moto pulei para seus braços e não pude deixar de chorar,ele me abraçou de volta um tanto apertado,mas me senti segura,me senti bem..

___________________________________
Capítulo grande hein!
Bem,pra mim ta meio grande não sei pra vocês
Aproveitem a leitura💙
Votem comentem e divulguem por favorzinho 💙
Crisxx

A Última alma (H.S)Leia esta história GRATUITAMENTE!