11

5.1K 566 36

      Obrigada pelo mais de 10k de views e os mais de 1k de estrelinhas! Vocês são demais! ❤

             Maria Luiza Soares

Estou pronta. — Anuncio entrando na sala.

Hoje o dia foi tão tenso que eu mal o vi o tempo passar. Fiquei — como na semana inteira — pensando nesse maldito jantar. Sei que posso estar exagerando e que no final não seja nada demais, mas eu estou com uma sensação de que está noite vai ser bem difícil. Pelo menos para mim.

Fred chegou aqui em casa mais cedo do que combinamos e, por este motivo, ele me pegou um tanto... desprevenida. Eu já estada dentro do banheiro quando a campainha tocou, como já estava próximo do horário de sua chegada, eu deduzi que era ele do outro lado da porta, então para não deixá-lo esperando eu me enrole em minha toalhas fui até a porta. Mas claro, que só pra confirmar, eu olhei antes no olho mágico para ver se, realmente, era ele.

— Uau! Não imaginei que você ficaria ainda mais bonita do que de toalha. —  Murmura.

O quê? Será que eu ouvi bem?

— O que você disse?

— Hum... nada — Coça a nuca. — Quero dizer, você está linda!

— Obrigada. — Sorrio alisando meu vestido amarelo.

Um dos meus temores foi o que vestir. Mas para minha sorte, hoje, na loja em que trabalho, chegou uma nova coleção inspirada nos anos 60, então, assim que vi este vestido, me apaixonei e o já deixei separado para mim. Óbvio que o valor foi bem salgado, mas valeu a pena.

Ele é de um amarelo vivo e de alças fininhas com um decote em formato de coração, apertado até minha cintura e levemente rodado da cintura para baixo, terminando a um palmo de meus joelhos.

Nos meus pés, eu estou calçando uma sandália de saltos grossos e baixos, marrons com detalhes de flores que ganhei de minha mãe no meu último aniversário.

— Então, vamos? — Pergunta se levantando.

— Vamos. — Assinto, passando as mãos no meu cabelo.

                             ***

— Pronta? — Pergunta quando para o carro em frente a uma mansão.

Não, eu não estou pronta. Olhem o tamanho disso! Só a casa do Fred é maior que a vila inteira da casa dos meus pais!

— Vamos acabar logo com isso, Fred! —  Saio do carro, deixando-o rindo.

Se tem uma coisa que eu não sou é de ficar enrolando. Se é pra tirar o curativo da ferida, então que seja de uma vez só!

— Vamos lá, Maria Luiza. Você consegue. — Suspiro e espero Fred na entrada.

— Vem, vamos. — Coloca a mão na base da minha coluna. — Minha mãe vai te adorar!

— E a Gabriela também. — Sorrio.

— Com certeza!

Subimos os lances de escada até a porta dupla da casa.

Fred abre a porta direita e entramos no mais absoluto silêncio; olho tudo ao redor a casa toda branca com detalhes dourados, o chão está tão limpo que mais parece um espelho...

Aí caramba! Da até pra ver minha calcinha!

— Fred? — Ouço alguém chamar de algum cômodo.

— Aqui, mãe!

Oh, querido! — E eis que surge uma senhora muito bem vestida com grandes olhos verdes e o cabelo curto mais bem arrumado que eu já vi. — Que bom que chegou. Desculpem-me não tê-los recepcionados, mas é que Gabriela acabou de chegar... e você nem ao menos bateu na porta para avisar sua chegada, não é, Frederico?

— Mãe, eu não sei se você sabe, mas eu moro aqui. — Revira os olhos. — Mãe, está é Maria Luiza. Minha namorada. — Me apresenta a sua mãe.

— Prazer, querida. Eu me chamo Nair Borges! — Sorri me dando dois beijinhos na bochecha.

— O prazer é meu, Dona Nair. — Sorrio acanhada.

— Sem Dona, Maria! Você é da família agora, sem formalidades!

— Então, chama-me somente de Malu!

— Ai, filho! Ela é linda! — Bate palminhas. —  Você não sabe o qual feliz estou em conhecê-la! Vem vamos para a sala de estar. A Gabriela está nos esperando.

Com Fred ainda guiando-me com a mão na base de minha coluna, no entramos na sala.

Uau! Caramba carambola! Meu Deus! — Acho que nem todas as exclamações possíveis seriam capazes de definir o quão luxuoso e lindo é tudo isso.

O sofá em formato de L é enorme, numa cor creme, tem duas poltronas se couro escuro do lado oposto que fazem um contrastes incrível, as paredes todas igualmente brancas com alguns quadros, que eu imagino serem caros, pendurados. Mas o que mais me chamou a atenção foi a escada. A escada larga e que quando chega no topo se divide indo para os dois lados igual os das princesas da Walt Disney.

— Você nunca se perdeu aqui? — Sussurro para Fred.

— Não. — Solta uma risada baixa e grossa. — Eu cresci aqui.

— É muito grande! — Exclamo.

— Vem, Malu. Vou te apresentar para Gabriela. — Nair me puxa pelo pulso.

Entendi de onde vem toda essa espontaneidade do Fred.

Então eu a vejo.

Juro que eu imaginei uma mulher feia, cara de bruxa, até com uma verruga no nariz...

Mas não. Ela mais se parece com uma princesa.

Balanço a cabeça dissipando meus pensamentos. Essa casa parecendo um castelo está me confundindo toda!

— Gabriela, está é a Maria Luiza, a namorada do Fred!

Namorada? Frederico, você está namorando? — Exclama surpresa.

É. Acho que ela não sabia que o Fred está namorando.

— Sim. Estou namorando com Malu. — Fala segurando em minha cintura.

— Prazer. Sou Maria Luiza. —  Estendo minha mão em sua direção.

— C-como? Você me disse que não queria nenhum relacionamento sério! —  Me ignora totalmente.

Vaca!

— Ele não queria nenhum relacionamento sério com você, darling. — Ninguém me ignora desse jeito!

— O que você disse? —  Me encara com ódio.

— Eu disse que ele não queria re...

— Vamos jantar? Acho que já está pronto. —  Nair me interrompe.

Já não gostei dessa Gabriela.





Laís, você disse que seria dois capítulos! Sua vaca!
Sim, eu disse. Mas segunda-feira quando eu fui postar os dois capítulos eles haviam sumido! Isso mesmo que vocês leram, não havia nenhum dos dois lá. Então, como uma linda autora (no caso eu) Eu tive de reescrevê-los. Este eu já revisei este, e o 12 eu estou revisando-o agora. Caso eu termine de revisar hoje, eu já posto aqui para vocês.

Espero que me entendam e não me matem. <333

Massss, enquanto esperam o capítulo 12, que tal lerem minha nova história?  Ela se chama MEU CUPIDO ME ODEIA!

Então acessem meu perfil e adicionem na biblioteca de vocês!

Beijos,

Laís <3

Mentira ApaixonanteOnde as histórias ganham vida. Descobre agora