Chapter 40: Toda família tem seus segredos

5.1K 469 79


Olá pessoal!

Como prometido fiz um grupo no facebook para o livro. Lá vocês poderão me dizer suas dúvidas, críticas, conversar sobre o livro e muito mais. Lá farei algumas postagens sobre ele e direi quando os capítulos serão postados. 

No grupo vocês também poderão fazer postagens de suas obras, quero muito conhecê-los e aceito indicações! 

OBS: Farei um grande sorteio no grupo entre os participantes e o ganhador levará marcadores autografados (não só da minha história), um livro e muitos outros mimos, então não percam! 


O link do grupo está aqui em baixo nos comentários! 

-


Quatorze anos antes...

Sean

Acordo mais cedo do que o normal e me arrumo depressa. Estou animado e mais ansioso que nunca para encontra-la. Ontem quando disse que hoje seria meu aniversário Luce ficou extremamente contente, e disse que faria algo especial para mim. Calço meu tênis e corro para a porta, mas no meio do caminho encontro Úrsula.

- Aonde você vai tão cedo? – pergunta enquanto serve uma xícara de café para si.

- Vou lá na vila... – digo olhando para meus pés.

- Sente-se. – indica a cadeira ao seu lado. Sei que aquilo não foi um pedido e sim uma ordem, assim obedeço. – Coma alguma coisa, não vá de barriga vazia, menino. – diz mostrando um bolo e algumas bolachas que estavam em cima da mesa.

Pego apenas algumas bolachas doces e guardo no bolso para comer depois. Levanto-me e vou novamente em direção á porta.

- Eu sei que estamos aqui há um bom tempo... – começa. – Mas seu tio tem alguns assuntos para resolver e quando ele terminar tudo de uma vez por todas, nós vamos para casa. – diz e por alguns instantes consigo ver algo parecido com raiva em seu olhar.

- Gosto muito daqui mãe... – digo um pouco corajoso. - Estou com saudade de Kara e não vejo a hora de voltar para casa, mas...

- Não vamos voltar para Londres, Sean. – interrompe. – Vamos para a casa do meu pai, nos Estados Unidos. – diz calmamente, sem me olhar, enquanto come um pedaço de bolo.

- Mas... E a Kara? – pergunto confuso. Minha irmã ficou em Londres porque é muito doente e frágil, não poderia viajar conosco.

- Ficará em Londres com seus médicos... É o melhor para ela. – suspira alto. – Entenda, precisamos ir para a América. Agora que seu avô se foi meu irmão irá tomar conta da empresa e dos negócios. Ele precisará do apoio da única família que lhe resta. Nós... – termina parecendo estar entediada. – Pode ir para onde quer que esteja indo, mas volte cedo. Iremos fazer um jantar especial para meu irmão. – balança a mão de um lado á outro em desdém.

- Tio Theodor vai vir nos visitar? – pergunto alegre. Amava o tio Theodor. Quando Úrsula me disse que iriamos viajar para Itália não me animei muito, queria ficar em casa com Kara, contudo, depois que me disse que iriamos visitar tio Theodor fiquei mais disposto a ir. Ele sempre trazia presentes diferentes para mim toda vez que me visitava em Londres, brincava comigo e também jogávamos bola.

Tio Theodor era um homem bom, pena que morava tão longe. Antes de vir para Itália morava em Nova York com meu avô, Athos. Vovô não vinha muito nos visitar e também não deixava que tio Theo viesse por isso suas visitas eram bem breves. Eles juntos cuidavam da empresa da família, mas agora que vovô morreu mamãe disse que ele que toma conta de tudo. Acho que deve ser por isso que os dois brigam tanto.

Sempre sua Luce  (COMPLETO)Leia esta história GRATUITAMENTE!