68°

2.4K 120 30

No dia seguinte Lauren acorda deitada na sua cama, com a maior dor de cabeça da sua vida e sem se lembrar de absolutamente nada da noite anterior.

Olha em seu celular e marcava 16h30 da tarde.

Lauren desce do seu quarto e encontra sua mãe arrumando toda a bagunça.

"Bom dia mãe."

"A gente precisa conversar e sério!", Lauren tentou lembrar das merdas que havia feito na noite anterior mas não lembrava de nada. Ela ficou desesperada.

"Hm, diga ué."

"Você tá de castigo por 2 meses, sem celular, sem suas amigas, sem sair de casa, sem absolutamente nada. Tá me ouvindo? Ou você acha que eu esperei nove meses pra ter uma lesbica dentro de casa? Tá muito enganada. Palhaçada viu Lauren, acha que só por que fez 18 pode sair beijando meninas?", Lauren arregalou os olhos, se lembrou das bocas que tinha beijado na noite passada.

"Mãe...", Lauren não sabia o que fazer, estava de castigo por ter beijado meninas?

"Mãe nada. Vá para o seu quarto e só me apareça aqui quando tiver criado vergonha nessa sua cara."

Lauren foi para o quarto e se lembrou que beijou Sophia e Jéssica. Beijou sua pior inimiga e sua ex melhor amiga mas o amor da sua vida não. Que tipo de droga reversa era essa que ela tinha usado?

A merda já estava feita, não tinha muito o que fazer agora.

E depois de duas semanas em casa, presa no quarto Lauren teve a brilhante ideia de procurar o seu celular aproveitando que sua mãe havia saído para o mercado.

Lauren revirou o quarto, a sala, cozinha, banheiro e por fim achou seu celular debaixo da máquina de lavar. Que falta de respeito com seu iPhone.

Não sabia se entrava no Twitter, se ligava pra alguém ou se só apreciava ter seu celular novamente em suas mãos.

Online.Leia esta história GRATUITAMENTE!