Prefácio

6.2K 240 18


Começo a escrever esse livro já com um receio do que ele pode causar em quem quer que seja que o leia. Se tem algo que desejo mais do que qualquer outra coisa nessa vida é glorificar meu Senhor e Rei com todas as minhas atitudes, e esse livro não é um ponto fora da curva. Muito pelo contrário, desejo que esta história traga alegria e esperança a jovens corações como o meu que estão sempre turbulentos e que nunca se permitem sossegar. Eu demorei muito tempo para perceber que eu precisava que o Mestre que acalmou o mar acalmasse as ondas bravas do meu coração. Elas me causavam um certo fascínio, mas depois de um tempo me deixavam cada vez mais exausta e eu ansiava por um descanso.

Quando nós somos jovens nos jogamos em nossas ilusões com tanta vontade que, a certo ponto, nem sabemos mais nos distanciar delas para voltar à realidade. Mas, Deus nos quer sóbrios e preparados para servi-Lo. Aprendi que quanto mais tempo eu passava dentro de mim mesma, mais tempo eu perdia. O segredo de uma vida realizada (Nele) é olhar sempre para fora de si por respostas. Olhar sempre para cima. Nosso coração é oh! tão enganoso. Mas, Ele é sempre, sempre, fiel. E quando nós sacrificamos nossos sonhos por Ele, Ele nos mostra os maravilhosos planos que tem pra nós. Planos de nos diminuir e aumentar a glória do Filho em nós.

Essa que você está prestes a ler é, em parte, uma história de amor, e tais histórias são escritas por Deus, porque Ele é a única fonte verdadeira que enche nossos copos cheios de humanismo de amor até que eles transbordem. Entretanto, quando colocamos nossos próprios rabiscos em meio ao que Ele escreveu, tudo deixa de ser uma obra-prima e passa a ser um rascunho malfeito. Agostinho disse, e eu reafirmo, que ter fé é assinar uma folha de papel em branco e deixar que Deus escreva nela o que quiser. A vida amorosa é assim, é deixar que Ele escreva o que quiser. Mesmo que Ele escreva o que, no momento, não seja o que você quer.

Se você aprender essa lição comigo, então já valeu a pena a partilha.

Em Cristo,

Francine Veríssimo

Bem Sei Que Tudo Podes [FINALIZADO]Onde as histórias ganham vida. Descobre agora