sept

257 45 121

❝Evitem conceder poder ilimitado aos maridos. Todos os homens seriam tiranos, se pudessem.❞
ADAMS, ABIGAIL

•••

Louis estava lindo. Vestia um uniforme azul e dourado, para oficiais em tempos de festa, e seu cabelo estava mais selvagem que nunca. Seu cheiro de hortaliças realmente me deu calafrios e quando encontrei seus olhos, o mundo pareceu parar. Senti uma onda de eletricidade passando por nós e, em pouco tempo, desviei o olhar, focando nas senhoritas Edwards.

"Vocês conhecem Mousier Major Tomlinson?" Perrie perguntou, sorrindo verdadeiramente pela primeira vez, o que fez suas órbitas azuis brilharem mais. Era um azul diferente do de Louis, mais claro, menos... interessante.

Permaneci calado, mesmo com a pergunta, e fiquei mais ereto. Não olhava para Louis propositalmente, mesmo sentindo seus olhos me queimando.

"Sim! Como vai velho amigo?" Liam respondeu, alegremente, apertando a mão do Major.

"Vou muito bem, Capitão Payne. Não faz muito tempo certamente." Louis disse, amenamente. Podia sentir uma certa tensão em sua voz, no entanto.

"Major Tomlinson." Zayn disse, um tanto mais pomposo e formal.

"Tenente Malik." Louis respondeu, no mesmo tom de formalidade, mas um tanto mais descontraído ao mesmo tempo.

"Como vão as coisas no sul?" Tenente Malik inquiriu, curioso.

"Pouco sei, estou aqui agora, não estou?" Louis brincou, fazendo todos rirem, menos eu e o tenente.

Não aguentava mais aquele clima, de ficar sério, ereto e tenso por causa de Louis, enquanto via senhorita Edwards se inclinar sobre o Major e ver meu amigo entrando nas brincadeiras. Eu não curtia estar desconfortável, principalmente na frente de tantos desconhecidos. Antes que tivesse tempo de pensar, tomei uma decisão.

"Senhorita Jade Edwards, se não fosse muito abusado da minha parte, poderia me dar a honra de sua dança?" Eu perguntei, galanteador, só tendo olhos para as órbitas amêndoas de Jade. Ela me lançou um meio sorriso incrédulo.

"Mas é claro." Ela pegou em minha mão e não hora que me virei, vi Louis vermelho como um pimentão, queimando-me com o olhar, logo antes de repetir o mesmo gesto com a irmã mais velha.

"Senhorita Perrie Edwards, me daria essa honra?"

"Nem precisa perguntar, Lou." Ela disse, toda na intimidade. Soltei um pequeno bufo raivoso, e levei a senhorita Jade até o outro lado do salão, para evitar me encontrar com a mera visão do francês.

Peguei em sua pequena cintura, ela pôs sua mão em meu ombro e começamos a deslizar pelo salão. "Então, você é amigo de George Washington?" Ela inquiriu, ainda com um meio sorriso de felicidade nos lábios.

"Sou seu secretário, certamente." Eu respondi, me mantendo misterioso, enquanto a rodava.

"Ah, sim, Harry Styles, o escrivão que quer tudo menos escrever." Ela comentou, como se minha fama já lhe fosse bem conhecida.

"Como assim?" Perguntei, arqueando as sobrancelhas. Não entendia a certeza em seu tom de voz.

"Papai fala do senhor Washington e o general sempre fala isso. Dizem por aí que não se passa uma oportunidade em que você não peça para liderar um batalhão." Ela comentou, abaixando um pouco o tom de voz.

Suspirei aliviado. Não era nada mais do que era ouvido por aí, mas era interessante que o líder do congresso soubesse disso. Sabia que Jade só estava me contando tudo para me impressionar, então mantive a pose. "Certamente. Seu pai tem informações certas."

revolution ⚣ ls historical au ♖Leia esta história GRATUITAMENTE!