06 - Parabéns - Parte 2

535 42 2

As cinco são guiadas por um túnel por Lura, Maika e Ruma. A primeira, a líder, usa a sua postura sóbria e austera. As suas duas ajudantes tentam manter a mesma pose enquanto caminham mas os olhos apressados mostram que estão sempre tentando agradar a superior.
A multidão fica lá fora. Estão voltando para as suas casas, mas, com certeza, o dia vai ser de muito êxtase.
Ruth é encaminhada sobre a maca para outra direção.
As outras cinco a acompanham com o olhar. Já se importam umas com as outras como se fossem conhecidas umas das outras há mais do que as horas, nas quais, elas, de fato, têm convivido umas com as outras.
- Aqui. Entrem. – Lura abre uma cortina de madeira e mostra uma sala com a mão direita.
As cinco se entreolham rapidamente. Será um resquício de desconfiança?
Mas, encaminham-se para dentro daquele cômodo. As ajudantes de Lura entram após todas as outras entrarem.
- Estes são os símbolos que representam cada uma das famílias de onde as sete vieram. – Lura aponta para pedaços de madeira pintados.

 – Lura aponta para pedaços de madeira pintados

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

  As cinco vão se enchendo de tremor e admirável terror

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

As cinco vão se enchendo de tremor e admirável terror. Somos parte de algo muito maior. São tentadas pela negação de tudo que elas estão vivendo - exceto Olívia, que já comprou toda essa história de "algo maior" e "salvadora". O sorriso em seus olhos, enquanto ouve, mostra que está adorando.

 O sorriso em seus olhos, enquanto ouve, mostra que está adorando

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

  Fahura

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

Fahura... Lura eleva o olhar a um fortalecimento frente à dor e lamenta: - Essa era a família de Martha. - Dentro de si, a líder, que lhes fala, sente o peso de não ter uma das sete. Porém, respira fundo de forma discreta e recobra o foco:
- Veem que estes são os desenhos das tatuagens de vocês? – Todas elas olham de novo para as tais placas de madeira e concordam.
- São os símbolos de cada uma das famílias das quais vocês vieram. Ou seja, cada uma das sete é de uma das sete famílias – tribos – do sul, que é onde estamos. A​quele deserto todo é ao norte. Infelizmente, praticamente o norte inteiro é desertificado. Acredita-se que seja o castigo das Águas pela maldade deles.
As cinco se entreolham com o canto dos olhos. Que mundo é esse?

SETE - Volume I [COMPLETO]Leia esta história GRATUITAMENTE!