O Efeito, a Causa, e o Vilão Improvável

18 3 0



Mas as coisas não tinham sido como Deandra havia imaginado. Primeiro que não foram as crianças-zero que detonaram a anulação das propriedades de Microlinhas.

Sim, a anulação havia sido disparada de dentro do Verso em que estavam o Tesserato e a Zeladora, mas por um homem recém-chegado. Na verdade, ele fez isso um instante antes de chegar. Ártemis, mesmo com sua gama de sentidos superiores, não o percebeu porque este sujeito sabia exatamente o que estava fazendo. Ele possuía vasta experiência com Tesseratos, apesar de Ártemis ser o primeiro Tesserato em que um Zelador punha os olhos em alguns milhões de anos.

A primeira coisa que o tal homem fez foi percorrer Linhas que tangenciavam aquele Verso, até encontrar um ponto frágil na parede, na Brana, e lançar mão de um Artefato que trazia consigo e que colocou em torno de seu pescoço. Quando um fio vagamente luminoso brotou deste estranho colar, o homem fez o fio passar pela Brana do Verso. Era um Espioscópio Tunelar (ele detestava o nome, parecia ridiculamente infantil, mas era assim que os Antigos gostavam de nomear seus Artefatos), que até onde ele sabia era o último da sua espécie.

Um segundo depois de ativado, o Espioscópio fazia centenas de janelinhas tridimensionais pipocarem em torno da cabeça do seu operador, cujos olhos reviravam com a esquisita aparência de quem está tendo um ataque, enquanto ele lia tudo que queria do Verso espionado.

Aquele Verso tinha estado morto, marcado como "suspenso para implosão e coleta" pelo Sistema desde a época do Grande Distúrbio, até que esta Ártemis — este Tesserato tão voluntarioso! — Trouxe aquele universo de volta do esquecimento, o que redesenhou aleatoriamente sua história desde sua paralização.

Conhecedor das assinaturas da Zeladora e do Tesserato, e sendo aquele um micro Verso esférico bem pequeno, foi muito fácil para o homem achar as duas, e acompanhar quando alguns dos sobreviventes daquele universo, as crianças-zero, através de um de seus batedores, as descobriu encasteladas nas ruínas de um antigo Posto Zelador. O sujeito, cauteloso, esperou que Ártemis se engajasse em lutar diretamente com os zeros, concentrando-se intensamente em criar ilusões assustadoras que podiam penetrar cérebros e almas (a única arma de um Tesserato contra reais, quando está funcionando sem um Redesenhista), e neste instante, feito uma águia mergulhando sobre a presa, o homem desativou e recolheu o Espioscópio e correu pela Linha tangente até sair em uma Linha de contato com o Verso alvo, e entrou nele feito um bólido! Mas não antes de lançar a sua frente uma granada de anulação seletiva, para Microlinhas, fabricada por ele mesmo, que implodiu, fazendo a textura da Brana daquele Verso se contrair e se alisar, desestabilizando qualquer Microlinha, e cegando a Zeladora.

O homem chegou àquele Verso exatamente no Posto Zelador gêmeo daquele em que estavam Deandra e Ártemis. Ficava no lado oposto da face interna daquele micro Verso bolha, que era todo tomado por uma vastíssima floresta, tão vasta quanto um sistema solar inteiro do nosso universo (o tamanho de nosso Sistema Solar, este era o tamanho total daquele Verso de ponta a ponta). Ali, em seu Posto, o invasor colocou rapidamente seu Predestinador para funcionar.

E esta foi a segunda suposição errada da Zeladora: Deandra acreditou que as crianças do outro Verso (que ela acabou de descobri, pasma, que era o Verso de onde todos od outros brotavam) tinham sido deixadas sós e em paz com suas vidas, no momento em que ela se desconectou.

Não foram.

...

Wallace tinha uma bonita cor, muito morena, a sua pele era de um castanho profundo e dourado, o que contrastava com as mãozinhas miúdas e alvas de Giovanna, que escapuliram num arranco ligeiro de perto de uma das mãos espalmadas de seu adormecido irmão, onde ela havia depositado o tal brinquedo formigante! Ela prendeu a respiração pronta para disparar gargalhadas quando Wallace saltasse do sofá-cama! Seria agora que a traquinagem iria render boas risadas!

O Tesserato - A Linha de Mistério e FogoLeia esta história GRATUITAMENTE!