Capítulo 32

25.7K 1.6K 212

Carta de Willians

Minha querida filha, quero que você saiba que a partir do momento em que ler essa carta, eu não estarei mais aqui. Obra do destino talvez..
Quero lhe dizer que todos esses anos, você foi meu braço direito, cada caso estava mais comigo do que meus próprios companheiros. Nunca vi uma mulher tão bela e vingativa como você, soube usar seu charme e elegância para conseguir muitas informações. Sempre soube que você seria uma ótima Fincher! Quero que você continue com os meus negócios! Não deixe ninguém descobrir a verdade!

Com Amor Papai, à pequena Sofhia.

-----------------------------
Greg na multimídia

Emma

Acordei em um salto, quando senti que alguém estava me puxando, olhei para o lado e vi Matt estava tentando me encochar. Segurei o sorriso para ver se iria se acordar, mas continuou dormindo. Desci as escadas e não havia ninguém por ali. Cortei algumas frutas e coloquei em um prato, logo depois fiz uma calda de chocolate e joguei por cima. Subi as escadas e ele continuava dormindo.

— Matt acorda - falei algumas vezes em seu ouvido, mas ele não acordou.

— HUNTER ACORDA AGORA! - grito fazendo-o pular da cama, talvez eu tenha exagerado. Ele esfrega os olhos e sai correndo do quarto, mas que diabos ele estava fazendo?

— Foi mal - disse ao voltar.

— Trouxe para você, se ainda quiser é claro - digo mostrando as frutas, ele nem lava as mãos e começa à mordiscar.

— Então como foi ontem com seus.. hm.. amigos? - pergunto, querendo saber o que haviam feito.

— Interessante - ele diz de um jeito forçado, não toco mais no assunto e resolvo sair daquele quarto que estava me sufocando com as janelas abertas.

Desço as escadas e vejo Greg andando de toalha, tampo meus olhos com as mãos e volto para as escadas deve bar para ninguém me ver.

— O que é bonito é pra ser olhado - eu ja estava reconhecendo aquela voz, queria sair dali correndo mas somente não o olhei novamente.

— Por isso me olho no espelho - dito isso vejo Matt me olhando, encostado na porta do quarto.

Ele começa á descer as escadas de um jeito muito atraente, sigo ele até á cozinha.

— Sinto muita cede por causa do chocolate - diz enquanto pega um copo de água.

— Bom dia - Brianna fala ao andar até à geladeira e pegar uns remédios.
Matt à responde enquanto eu lavo o prato que antes havia frutas.

"O que vocês acham de passarem o dia fora?" Tomás pergunta e olha para Matt como se estivessem escondendo alguma coisa.

— Pois é vocês deviam se conhecer melhor, por serem mulheres - Matt acrescenta enquanto Greg fica concordando freneticamente.

— Para mim tudo bem - a loira ruiva fala enquanto esperam minha resposta.

— Hunter, tem certeza disso? - pergunto. Ele apenas balança á cabeça afirmando.

Havia me dito que iríamos comer fora, me enganou novamente, ninguém gosta de ser manipulado.

— Eu posso ir com elas se vocês quererem - Greg aparece vestindo um calça moletom e pela primeira vez eu o analiso dê cima à baixo.

— Acho uma ótima ideia - Matt fala com um sorriso de alívio.

— Promete para mim que ele não vai saber que nós namoramos - ele pede antes de eu sair por aquela porta, eu apenas fico tensa. — Faz o que deve fazer, mas não deixa ele descobrir - suplica, mais uma vez eu concordo, logo saímos em direção ao shopping. 

— Eu estava pensando em comprar algumas roupas, vocês vem comigo? - Brianna pergunta, eu sorrio afirmando, óbvio que eu não queria ficar sozinha com aquele galego de olhos verdes.

— Claro, sem problemas - Greg diz dirigindo, vejo que enquanto ele falava revira os olhos.

Ao chegarmos ao shopping fico admirada com a quantidade de pessoas, não era um shopping gigante, mas era moderno. Passamos de loja em loja, enquanto eh ficava apenas os seguindo.

—  É essa loja, vamos - a loira diz e entra desfilando para dentro, eram roupas de gângster, típico dela. Eu e Greg sentamos em uma poltrona vermelha, se frente para o provador enquanto ela ia provar algumas peças de roupas.

— Não gosto de esperar -Greg reclama, acaba rindo, porque eu também não gostava. -  Então você é prima de Matt?

— Sou sim - digo sorrindo, mentira sou à namorada dele imbecil.

— Ainda bem que não é a namorada - ele pisca para mim, e senta um pouco mais perto. Fico atônita.

— O que acharam? - Brianna aparece vestindo uma jaqueta vermelha com um L Verde bordado, faço cara de que gostei enquanto Greg reprova. Ela volta para o provador novamente.

— Você mora aonde? - ele pergunta.

— Perto de Hunter - respondo aliviada por ter pensado rápido, ele faz uma cara de idiota depois sorri.

— Meu nome é Micael - diz estendendo á mão.

— Julie - minto e aperto a mão dele, ele parece satisfeito e me puxo para mais perto.

— Eu gosto do seu cheiro Julie - ele estava falando igual a Matt quando está excitado.

— Também gosto do meu cheiro.

— Achei esse legal - Brianna aparece vestindo um macacão cinza. Aprovo e ele reprova. Ela volta para dentro de cara feia.

— Julie é um nome tão lindo quanto você - ele se inclina um pouco e me afasto um pouco. Ele tem um piercing nos lábios que me deixa hipnotizada, eu iria dar um soco naquele piercing. Eu tinha que dar um fight agora, para ele não me encomodar mais.

— Cara na boa, sou lesbica.

Querida BabáOnde as histórias ganham vida. Descobre agora