Chapter Bônus - Jason

4.7K 487 52

Olá pessoal! 

Esse é um bônus que escrevi para vocês esta semana. Ele não está na história, é realmente um extra, por isso não está numerado como um chapter. 

RECADINHO IMPORTANTE: O wattpad tá dando A LOKA, então alguns capítulos não estão carregando, ou quando estão as palavras se misturam e a história fica sem sentido, por isso peço que vocês atualizem a página antes e deixem o chapter carregar todo até o final antes de lê-lo, ok?

Qualquer probleminha é só me falar!


Um grande beijo e até daqui a pouco né haha

<3 



Jason

O barulho lá fora estava cada vez mais ensurdecedor. Sentado, enquanto coloco esparadrapos em meus dedos e enfaixo mãos, tento me concentrar na luta que irei participar a seguir, mas não consigo, estou com a cabeça cheia demais para focar nisso. Levanto-me e começo a andar de um lado para o outro no pequeno banheiro desativado. Só agora consigo pensar direito no que fiz e o quanto fui imbecil. 

Deveria ter dito a ela a verdade. 

Merda.

Vou rapidamente até a pequena mesa onde estão meus pertences e procuro meu celular. Teclo rapidamente o número de Emma e aguardo na linha. Depois de apenas um toque a chamada já me indica que seu telefone está desligado. Tento por mais alguns minutos, porém obtenho o mesmo resultado.

- Jay! – chama Jack quando entra. – mais cinco minutos.

Não respondo, apenas aceno com a cabeça ainda encarando o celular de costas para ele.

- Não me decepcione cara. –fica atrás de mim e me dá um tapa "incentivador" no ombro. – As apostas  em você só aumentam. – responde agitado.

- Espero que isso tudo valha mesmo a pena... – murmuro mais para mim do que para Jack.

- Se você ganhar sim. – debocha saindo e me deixando novamente sozinho.

Deixo o celular em cima da minha bolsa e sento-me novamente no banco de madeira gasta.  Encaro minhas mãos enquanto aperto-as algumas vezes, vendo se os esparadrapos e a faixa estão nos lugares certos, sem prejudicar  minhas articulações e quando repito esses movimentos lembro-me de como foi quando comecei a lutar para Jack.

Emma estava destruída, abandonar a faculdade havia acabado com ela e para piorar estava quase sendo enxotada do lar. Era torturante vê-la naquele estado, saia todo dia quase de madrugada para procurar emprego e voltava apenas à noite, sempre com o mesmo resultado. Não podia deixar aquilo acontecer, não com a minha flor, mas eu trabalhava como faxineiro em um pequeno ginásio de esportes do bairro, não conseguia nem pagar minhas próprias dívidas, imagina as dela.

Decidi que precisava de uma renda extra, então conversei com o diretor do ginásio e consegui um bico como auxiliar das crianças que praticavam voleibol. Então de dia eu era técnico e a noite fazia a limpeza, organização e fechava o lugar. No começo ajudou um pouco, pelo menos não iriamos morrer de fome, mas a dívida de Emma com o lar e o seu desespero só aumentavam.

Eu estava de mãos atadas, não sabia mais o que fazer.

Pelo menos até aquele dia...

Era um sábado à noite, já passavam das dez e eu estava voltando para casa, porém no meio do caminho notei um cadeado em meu bolso e percebi que havia deixado de trancar a saída dos fundos do ginásio. Corri de volta para lá e quando fui trancar a porta ela estava aberta, apenas encostada. Entrei devagar, sem fazer barulho e acender as luzes, para procurar o invasor e quando estava no corredor de entrada encontrei um homem de costas.

Sempre sua Luce  (COMPLETO)Leia esta história GRATUITAMENTE!