Personagem #5 - 16 arquétipos masculinos

1.4K 140 53




Damos continuidade ao capítulo Personagem #4, e à teoria desenvolvida por Victoria Lynn Schmidt (autora e estudiosa de cinema). Resumindo: a partir dos mitos gregos, ela escreveu o livro 45 Master Characters (não traduzido para o português). Neste, ela teoriza 16 modelos básicos femininos e 16 básicos masculinos, além de outros 13 secundários que não serão tratados aqui.

Abaixo, seguem os 16 arquétipos masculinos, comparados aos deuses mitológicos em suas faces boas e ruins.

16 arquétipos masculinos 


1) Homem de negócios (Apolo bom): É viciado em trabalho, não consegue balanceá-lo com a família ou amigos. Não é um bom marido ou pai. É o arquétipo clássico do detetive.

2) Traidor (Apolo mau): Quando o Homem de negócios passa dos limites. Só enxerga o trabalho, gosta de humilhar e manipular as pessoas. Acredita que é o único competente, os outros são imbecis.

3) Protetor (Ares bom): Faz de tudo para proteger os que estão em sua volta. Sacrificaria tupo por isso.

4) Gladiador (Ares mau): Quer destruir o que e quem passar na sua frente. É guiado pela ganância e desejo de sangue. É impulsivo e imprevisível.

5) Recluso (Hades bom): É o lobo solitário. Gosta de ficar sozinho, ruminando as suas ideias ou fantasias. É guiado pelo conhecimento.

6) Bruxo (Hades mau): Caso extremo do Recluso. Odeia as pessoas e busca conhecimento para lhes fazer mal.

7) Tolo (Hermes bom): Imaturo e inconsequente, não faz nada por mal. É divertido e faz amigos por onde passa.

8) Abandonado (Hermes mau): É um vagabundo com lábia para convencer e manipular. Se for rico, torna-se arrogante. Acredita que está acima da lei.

9) Homem das Mulheres (Dionísio bom): Ama as mulheres e o mundo delas. Pode não se dar bem com outros homens. Não necessariamente é gay.

10) Sedutor (Dionísio mau): Sua obsessão é conquistar mulheres. Quando as consegue não sente mais atração e as descarta.

11) Messias masculino (Osíris bom):  Arquétipo andrógeno (versões masculinas e femininas são similares). Tem uma causa importante ao destino de um grande grupo de pessoas. Não precisa ter conexão com algo divino. Costuma se sacrificar pelos outros.

12) Justiceiro (Osíris mau): Sabe que é um criminoso, mas age por acreditar que o que faz ajudará a sociedade.

13) Artista (Poseidon bom): Inseguro e emotivo, sua vida é dedicada à criatividade. Insatisfeito, tende a explodir, afetando os que estão a sua volta.

14) Abusador (Poseidon mau): Quando o Artista chega ao limite da frustração, se torna volátil, violento e vingativo. No instante seguinte, se arrepende. É o homem que espanca a esposa e chora com ela pedindo desculpas.

15) Rei (Zeus bom): Controlador e dominador, precisa de um "reino". Ignora problemas que considera pequenos e emoções. Não aceita bem o fracasso.

16) Ditador (Zeus mau): Obcecado por dominar a vida de todos. Imagina-se superior e no direito de controlar a vida dos "seres inferiores". Não aceita o fracasso dos seus subordinados.





>>> QUAL É O ARQUÉTIPO QUE MAIS SE APROXIMA DA SUA PERSONALIDADE? RESPONDA NOS COMENTÁRIOS!!! <<<

OBS.1: Usei "bom" ou "mau" apenas para categorizar a oposição dos modelos. Qualquer um desses modelos é superficial e não pode definir a qualidade do personagem. Todos eles podem ser bons ou maus.

OBS.2: Muitos personagens se aproximam de um arquétipo por um momento ou ponto de vista, para então se parecerem com outro. A partir do momento que o seu personagem fica redondo ou tridimensional, isto é normal. Mas sempre vale a pena atentar para a coerência do comportamento deles. Para não afetar a verossimilhança da história, suas ações devem seguir um caminho lógico.

OBS.3: Repetir isso nunca é demais: Os arquétipos são ótimas ferramentas, mas caso você se prenda a elas seus personagens serão clichês. Pense nesses modelos até que os personagens "ganhem vida". Depois, apenas os siga e apare as arestas na revisão.

OBS.4: Osíris é o único deus da mitologia egípcia. Os demais são da mitologia grega.





***


A participação de vocês é imensamente importante! Peço que usem os comentários para críticas, perguntas, opiniões e sugestões de temas. Se gostarem, não deixem de votar e adicionar à sua lista de leitura para não perder os próximos capítulos.

GUIA do Escritor de FicçãoOnde as histórias ganham vida. Descobre agora