1.1

1.6K 107 39

  πππ = Explicando,o Samuel era "tio" de consideração da Mia, que ela namorava o Andrew. Não, eles não eram primos, porque incesto não é legal. Ew.

√√√√√√
                         Mia

Bom,meu salário como secretária de James seria um tanto intrigante... 15.000 reais. Bom,eu ganhava 5 mil,e com o triplo eu poderei pagar algumas dívidas do tratamento de minha mãe, porém tudo tem o lado ruim.

Secretárias vivem para o chefe e vivem com o chefe,bom,eu era a segunda secretária do monstro mas ele me deixava atoa,e até me deu um escritório, agora é diferente. Terei que lembrar as coisas e eventos para James,datas especiais de entes queridos,comparecer a reuniões com ele etc.

A antiga secretaria do pai de James,Natasha foi demitida e eu nem sei o porque.

E então eu adentro correndo para a sala de James,sem bater nem nada. Mas me arrependo assim que faço isso. Já que sou obrigada a ver a figura de uma Camila se esfregando no colo de James. Então os dois me olham e ela sorri.

"Estou indo. Depois volto amor." diz ela e ele assente.

Ela passa por mim e me dá um esbarrão.

"Que imatura." murmuro e reviro os olhos.

A porta se fecha e James me olha.

"O que deseja senhorita?" diz ele e eu caminho e vou até o lado de sua cadeira.

"O que vai fazer?" pergunta e eu reviro os olhos.

Abro uma gaveta e pego um lenço enquanto James me olha atentamente.

Seguro de leve seu rosto e passo o lenço pelos cantos de sua boca,que estavam bordados de batom barato vermelho. Quando termino jogo no lixo o lenço e ele me olha confuso.

"Estava todo borrado de batom vermelho." digo e dou de ombros,e ele assente.

"Mas enfim. Vim relembrar você de alguns eventos e dias importantes." continuo e ele assente,apontando para a cadeira a sua frente, para que eu me sente.

"Bom." digo com a agenda e caneta na mão. " O Sr tem uma reunião com os acionistas daqui a dois dias,um pronunciamento para toda a imprensa no hotel Palladium amanhã, e.... Espera." digo e coloco a caneta na boca e viro algumas páginas anotadas.

"Tire essa maldita caneta da boca." diz ele com aquela voz rouca.

"Desculpe... Eu-eu...." começo.

"Continue." diz e eu volto.

"O aniversário do seu pai é daqui uma semana." digo meio tensa por falar nele.

"Não te incomoda falar dele?" pergunta o meu chefe.

"Ossos do ofício." dou de ombros.

"Bom... Tem algo marcado para o dia 14? " pergunta ele.

"Não Sr." digo.

"Hmmm. Então quero que me agende uma pequena reunião com o diretor da Super Model  NY." diz ele e eu até tremo na base.

"A maior agência de modelos novaiorquina?" pergunto e ele sorri.

"Sim. " diz. "Queria presentear Camile com algo,e ela me disse que seu sonho era ter sido modelo." murmura ele.

Meu Chefe É ( LIVRO PAUSADO)Leia esta história GRATUITAMENTE!