Chapter 31 - parte 2

2.4K 272 135


Emma

- Concordo, precisamos mesmo. – tento parecer segura e me sento na cadeira em sua frente. Daniel faz o mesmo, porém a todo o momento me analisando.

Sean se arruma em sua poltrona e limpa a garganta. Parece bem aborrecido no momento. – O senhor Clark me deu algumas informações... – para enquanto analisa os papéis que estão em suas mãos. Suas sobrancelhas estão unidas demonstrando total confusão. - ...que gostaria de discutir com a senhorita.

- Tá bom. Qual é o problema? – pergunto agitada.

- A senhorita está trabalhando na contratação de novos clientes? – questiona.

- Sim... Hoje mesmo entrei em contato com alguns. Por quê?

- O senhor Clark me mostrou alguns equívocos... A senhorita mandou alguns e-mails para grandes clientes esta tarde. Com contatos errados, valores e muitas coisas... – me olha e parece surpreso. – ...bem incorretas.

Como assim? Eu nem mexi no meu e-mail hoje!

- Mas eu nem... – começo.

- Exato. Vim aqui reportar seu erro, sei que é seu primeiro dia, mas este é um problema muito sério. – Daniel interrompe e olha para mim fingindo estar preocupado.

Era só o que me faltava!

- Eu não fiz isso! – levanto-me rapidamente e miro Daniel furiosa. – Seu cretino, foi você!

- Senhorita Smith se acalme... – Sean se levanta e balança as mãos suavemente tentando pedir calma.

- Calma?! – olho para Sean e quando o faço sinto-o se encolher. – Calma é o cacete! – exclamo louca.

- Dessa vez você se superou Sean, contratou uma barraqueira desclassificada... – debocha sorrindo.

- Ah é?! – miro seu rosto furiosa. - Eu vou mostrar pra você quem é barraqueira desclassificada! – grito e pulo em cima de Daniel.

Sim.

Eu fiz isso.

Mas o cretino além de mentir me chamou de barraqueira desclassificada!

- Mas o que... – exclama Daniel quando me jogo nele.

Caímos os dois em cima da poltrona que estava atrás de Daniel e em nenhum momento paro de golpeá-lo com diversos tapas. Até consigo bater nele um pouquinho, mas logo sinto duas fortes mãos em minha cintura que me puxam fortemente para longe de Daniel.

Sean.

- Me solta! – grito a ele e me debato em seus braços. Sean nem me escuta e continua me segurando. – Arg! – reclamo alto quando não consigo me mover.

- Você é completamente maluca! – Daniel se levanta do chão com o rosto vermelho e me encara massageando a bochecha que bati.

- E você é um cretino mentiroso! Pilantra! – esbravejo e no momento sinto uma das mãos de Sean me soltar de leve e de prontidão pulo para longe dele.

- O que é isso?! Alguém pode me explicar o que está acontecendo? – Sean vocifera alto olhando para nós dois.

Nem espero Daniel começar a jogar suas mentiras para cima dele.

- O "senhor Clark" – falo em deboche. – desviou quase meio milhão da Crawford! Foi isso o que aconteceu Sean... - olho para ele e minha raiva se esvai aos poucos. - ...seu amigo te roubou!

- Isso é um absurdo! – Daniel grita e começa e não para de falar mais.

Enquanto ele joga suas mentiras deslavadas eu até o xingo um pouquinho, mas depois olho para Sean. Ele está parado, sem reação, olhando para o chão. Sua mão segura a ponta da poltrona, parecendo querer sustentar seu corpo.

- Explique-se. – me encara sério e eu até sinto um pequeno arrepio.

Ai senhor.

- A senhorita Garrett quando foi me explicar meu trabalho entregou um contrato que no caso era da senhorita Dayse antes de sair da empresa...

- Prossiga. – comanda.

- Então, quando fui ler vi que era sobre a campanha da cervejaria Günter, mas também observei algumas alterações e um suposto desfalque...

- Mentirosa! – Daniel vocifera vindo em minha direção. Sean rapidamente pula em minha frente e o segura firmemente. – Saia da minha frente!

- Daniel cale-se! – Sean exclama alto e o empurra até sua poltrona. Ele se senta completamente espantado me encarando.

Por um momento juro que parecia me implorar que parasse.

- Prossiga senhorita. – pede um pouco mais calmo.

- Depois que vi a apresentação do senhor Clark e li os novos contratos fui conversar com ele sobre o primeiro contrato. E quando o fiz ele mesmo disse que roubou esse dinheiro todo. – respondo um pouco mais calma. – Eu até trouxe o contrato pra provar...

Daniel rapidamente olha para o chão, onde caíram meus papeis quando pulei em cima dele, e os recolhe rapidamente. Quando dou um passo à frente para pega-los ele os rasga.

- Isso é um absurdo! – picota todo o contrato. – Não é possível que você acredite nessa mulherzinha, Sean. – sorri abertamente, como se eu tivesse feito alguma piada e me encara vitorioso jogando o resto do contrato no chão.

- Você é um idiota, sabia? – exclamo sorrindo. – Tinha certeza de que iria fazer esse showzinho todo, seu cretino, por isso tirei diversas cópias do contrato original. Quer mais uma para você rasgar? – zombo de sua cara.

Daniel se enfurece e vem para cima de mim mais uma vez. Sean que parecia estar aéreo não é tão rápido e não consegue segura-lo a tempo...



Capítulo dedicado a leitora Nicole_Suyama muito obrigada querida!! 

Não se esqueçam de votar e comentar o capítulo, é muito importante para mim.

Um grande beijo!

Sempre sua Luce  (COMPLETO)Leia esta história GRATUITAMENTE!