Chapter 31: O plano

4.6K 499 43

Emma

Depois de pensar um pouco sobre tudo e definir o que eu iria fazer peguei todos os documentos e fui até a sala onde ficam as máquinas copiadoras da empresa. Eu ainda não sei mexer muito bem na minha impressora, até tentei, mas não deu muito certo, então vim direto para cá. Sou meio exagerada e já tirei umas cinco cópias destes papéis, principalmente das páginas onde estão as assinaturas de Daniel e Darcy, a moça que trabalhava aqui antes de mim.

Depois do que aconteceu a primeira coisa que se passou em minha cabeça foi sair correndo em direção ao escritório de Sean e contar tudo, mas eu preciso ser cautelosa. Como só tinha uma via deste contrato, estando a outra em poder de Daniel, se algo acontecesse com a minha não iria adiantar nada.

Eu iria perder tudo.

Antes de voltar até minha sala vou até o andar onde eu trabalhava – o nono andar. Chegando lá tento ser discreta e sigo rapidamente em direção à ala dos armários que fica próxima aos lavabos. Quando trabalhava como secretária tinha um espaço aqui, todos os secretários e subalternos do senhor Maxon Shuezzi tem disponível um armário para guardar seus pertences, mas eu tenho dois.

Meses atrás quando Bea recebeu sua grande promoção deu a chave do seu armário para mim, já que o dela é maior, porém como isso não podia ser feito nós não contamos nada a ninguém. Desta forma procuro a chave em minha bolsa e vou direto a porta do armário trinta e três. Depois de uma pequena forcinha – as portas destes armários sempre emperram – consigo abri-lo e imediatamente guardo o contrato original junto com duas cópias.

Preciso conservar este contrato em um local seguro, por isso o deixo aqui. Tranco novamente a porta e volto para o meu andar.

Passo rapidamente por Rose e vou correndo até a sala de Sean, porém quando chego lá ela está trancada e com o painel de visitas desligado. Retorno até a mesa de Rose.

- Oi Rose, boa tarde. – digo alegremente. Preciso muito achar Sean e isso só será possível se ela me disser, mas Rose parece não gostar muito de mim...

- Hmm. – murmura e continua digitando em seu computador.

- Então... – começo. – Queria saber onde o senhor Knox está... Preciso muito falar com ele. – revelo.

- A senhorita sempre precisa. – diz sorrindo com escárnio.

- Mas é verdade! – exclamo. – Por favor, a senhora sabe...

- Ele não está. – corta e finalmente olha para mim. – Saiu para uma reunião importante e não tem hora para retornar. Mais alguma coisa senhorita?

- Mas... Mas... – tento contornar, mas Rose nem me olha mais. – Tá, a senhora pode me avisar quando ele voltar? – peço.

- Farei o possível. – fala rapidamente.

- Tá bom então, obrigada. – sorri e vou em direção a minha sala.

Antes de entrar miro a porta de Daniel. Você não vai se safar dessa, seu cretino.

Entro e me sento novamente. Faço uma parte do meu trabalho e entro em contato com possíveis clientes. Vi que alguns possuem ótimas propostas então penso em novos acordos e ideias para fecharmos negócio. Termino tudo e começo a arrumar e revisar algumas planilhas que estavam aqui no computador. Este é o trabalho que eu deveria fazer amanhã, mas já fiz tudo planejado para hoje enquanto espero Sean.

E esse homem não chega nunca!

Finalizo tudo e fico sem nada para fazer. Aproveito esse tempo e abro minha bolsa rapidamente procurando meu celular.

Sempre sua Luce  (COMPLETO)Leia esta história GRATUITAMENTE!