0.5

2.1K 132 57

                              Mia

Foco Mia. Você precisa,de algum modo,fazer com que a Camila fique com o James,pela sua mãe!

"Você é forte o suficiente para abdicar de algo para que os seus possam ter." a frase que James disse ficou impregnada em minha mente,assim como seu perfume ficou impregnado em minhas roupas. Não que eu esteja reclamando disso,de modo algum.

James de algum modo tira a tensão presente em mim só de estar no mesmo cômodo que eu. E a cada vez que ele se aproxima de mim é como se tudo ficasse preto e branco e só nós fôssemos as cores.

Bom,já faz alguns dias desde o ocorrido,e alguns dias em que estou sendo perturbada por Camila por causa de James. Imagina se ela conta que eu e ele estávamos nos beijando.... Eu irei ser tachada como a secretária que pega o filho do chefe por dinheiro e blá blá blá, e isso,é a última coisa que eu preciso no momento.

E é por isso que preciso fazer com que James fique com ela,ou pelo menos se encontre com ela.

Já sei!!!

O barulho de meu salto ecoa enquanto ando pelos corredores a procura da pu.... Você sabe o resto.

E enquanto passo sinto olhares sobre mim,olhares masculinos.

Espera,eu nunca reparei nisso. E isso é estranho pra mim.

"Vai dizer que é cega,ou que simplesmente não nota os olhares dos caras em cima de você?" e de novo estou eu pensando nas palavras de James.

Bom,meu chefe saiu de "férias",dizem que foi viajar com a mulher e como destino escolheram ir ao Havaí. Espero que o avião já esteja bem bem bem longe daqui.

" E aí, já falou com meu futuro bofe?" murmura uma voz nojenta.

Até que enfim achei a assombração. Camila.

"Olá. Vamos ao meu escritório tratar sobre isso..tenho um plano." digo

...

"Precisa de tudo isso mesmo?" pergunta a mulher a minha frente.

"Camila,você quer ou não que isso dê certo? Se quiser temos que fazer isso direito." digo e bufo

"OK OK. Faremos do seu jeito....." "Mas,se tudo ainda assim der errado,eu conto pro chefe tudinho." diz mascando seu chiclete horrível.

Sério, ela parece uma vaca comendo capim.

E eu odeio ela demais.

Vontade de jogar ela num caldeirão de camarão. Pois é, a vagaba tem alergia a camarão. Justo ao amigo natural dela. Bom piranhas são amigas de camarões né?

Ou ao menos eles limpariam minha sujeira caso eu a matasse e jogasse no mar para eles comerem seus restos mortais.

Como queria ir agora mesmo na Deep Web procurar um assassino de aluguel para o trabalho.

Ou não, talvez prefira mesmo fazer o trabalho sozinha e matá-la com minhas próprias mãozinhas lindas.
Me despeço dela e vou embora.

...

"Filha." diz minha mãe me abraçando quando abro a porta de casa.

"Oi mãe. Estava com saudades já." digo fazendo beicinho.

"Eu sei. " diz e sorri.

"Fiz uma lasanha para nós duas." diz sorrindo.

"Mãe.... Eu já disse que a cozinha é comigo. Não precisa se cansar atoa. " murmuro

"Mas eu gosto menina. E deixe de ser chata. Vamos comer." diz e me puxa até a cozinha.

Tenho que dizer que a lasanha estava maravilhosa. Mil vezes melhor que a minha. Eu sempre erro o ponto.

Quando deixo o garfo em cima do prato meu celular vibra,notificando uma nova mensagem.

O pego e abro a mesma.

De : Drew

Estou voltando de viagem. Podemos nos ver hoje a noite?

NÃO PODEMOS!

Para : Drew

Podemos sim. Me pegue em casa as 20;00 ou nada feito.

Por que diabos eu aceitei isso? Eu devo estar louca.

Bom,eu e Andrew éramos namorados a algum tempo,mas terminamos por uma traição mútua, ou seja,de ambas as partes,bem,rolaram várias brigas envolvendo várias pessoas e no fim quem saiu machucada foi eu. Mas ai voltamos a nos ver e ficávamos esporadicamente, e vimos que seriamos melhores juntos,porém separados,entende?

Aí ele ficou com a Camila na minha cara e eu que não era blindada e já tinha esperanças de voltarmos a ter um relacionamento sério,me machuquei de novo, e dessa vez foi ainda pior.

Então ele disse que era melhor nos afastarmos e foi viajar para os EUA ou USA. Enfim, tanto faz. O importante é que isso faz mais ou menos seis meses mas mesmo assim eu ainda não superei e tenho dúvidas se vou ser capaz de ver ele de novo,ou pelo menos não agora. Não me sinto preparada pra isso ainda.

E novamente chega uma mensagem.

De: Drew

Te pegar em casa? Pensei em fazer isso depois do jantar.

Não acredito que ele disse isso. Que vadio.

Eu sempre gostei dos seus joguinhos,indiretas,piadinhas censuradas,e cantadinhas de quinta categoria,mas agora tudo isso não desperta nada em mim. E isso é estranho já que sempre me senti afetada até com uma letra que saia da boca dele.

Mas bem,ele não é James... E se James falasse isso pra mim eu te digo uma coisa,eu daria pra ele na mesma hora. Mas isso não vem ao caso,acho melhor não ir nesse jantar,vai que chegando lá eu me renda novamente a Drew e acabe de novo no fundo do fundo do poço mais fundo.

Acho melhor avisar que não vou,não vou ser indelicada de fazer ele gastar gasolina até aqui,que não é perto,e me esperar até cansar... Pensando bem,essa é uma ótima ideia.

Desligo meu celular pois sei que ele irá ligar quando eu não responder suas mensagens. Tomo um banho demorado,passo creme corporal,me visto com uma blusa enorme de um time de basquete,um mini short soltinho e me jogo na cama.

Assisto a alguns episódios de The Walking Dead e quando vejo são 19;55.

Desligo a TV,desço as escadas apagando lâmpada por lâmpada, entro rapidamente no quarto da minha mãe, que lê um livro de romance suponho e digo:

"Não importa quantas vezes bata,quantas vezes grite,quantas vezes toque a campainha,não acenda as luzes e não abra,em hipótese alguma a porta."

Apago a luz do quarto dela fechando as cortinas e deixando apenas o abajur aceso enquanto ela me pergunta várias e várias vezes do que estou falando e diz que estou a assustando.

Subo as escadas correndo para meu quarto e apago enfim a última lâmpada.

Olho no relógio.

19:59

TIC TAC TIC TAC.

20:00

Me jogo novamente na cama e espero quieta por barulhos do carro.

Sim sou má.

Ouço motor de carro e então uma buzina.

Hora do show,viva!

Meu Chefe É ( LIVRO PAUSADO)Leia esta história GRATUITAMENTE!