0.4

2.3K 151 104

                            Mia

Ao saber seu nome eu mordo os lábios. Nunca pensei que fosse me sentir atraída por um nome. Mas até o nome dele é perfeito e isso me fascina.

Seus olhos azuis fitam meus movimentos e então suas mãos me puxam pela cintura e ele me beija.

Eu estava confusa e trêmula até meus lábios tocarem os seus,mas parece que quando ele me beijou tudo se dissipou,as responsabilidades,os problemas, tudo... Ele me faz sentir segura. Mas é estranha, isso me parece seguro e ao mesmo tempo perigoso. Sinto que vou me machucar de alguma forma.

Sentir sua língua pedir passagem em minha boca foi a melhor sensação que poderia haver nesse momento e bem,eu dei passagem e em meio ao beijo coloquei meus braços em seu pescoço, o puxando mais pra mim, quando ele simplesmente parou o beijo.

E pior,disse a pior frase:

"Me desculpa.... Eu... Você tem o dia de folga."

Sério? Isso me fez me sentir um lixo.

Tudo bem,não estava esperando um "eu te amo" muito menos um "você é o amor da minha vida" ou um "casa comigo?". Mas eu realmente esperava que ele fosse querer ao menos falar sobre isso,e não fugir como ele acabou de fazer.

Sério, ele realmente fugiu. Ele correu até a porta,abriu e saiu,sem nem olhar pra trás.

Obrigado Sr. James.

Já que ele me deu o dia de folga,irei sair o mais rápido possível daqui.

Quando estou com tudo arrumado pra sair e até já passei a make, a última pessoa que eu queria ver na minha frente agora aparece.

"O que você quer Camila? Estou sem tempo." digo e pego minha bolsa.

"Eu quero que você me consiga um encontro com James. " diz e sorri

Como se eu fosse fazer isso.

"Me dê ao menos um motivo plausível de porque eu deveria e faria isso pra você." digo sorrindo

"Porque o chefe não gosta que o rejeitem,e não gostaria de saber que você e o filhinho dele andam se pegando como se não houvesse amanhã. E bem,você precisa do emprego pra ajudar sua mãezinha não é?" diz ela debochada.

"Não fala da minha mãe seu ser monstruoso." digo e ela apenas sorri.

"E ai? Trato feito? É o bofe ou seu emprego. " diz e eu quase bato na cara dela.

Oferecida.

Vagaba de quinta.

"Farei meu melhor pra te ajudar querida." digo saindo da sala e a deixando lá.

"Ahh. E fecha pra mim." digo jogando a chave do escritório, que ela pega,e em seguida eu saiu rápido de perto da vadia.

Bom,eu adentro no elevador, e já que estou no quadragésimo andar ligo meu celular e coloco no jogo Sky Safari,aquele joguinho bobo porém viciante em que têm os personagens de "Hora de Aventura".

Nem noto quando o elevador para no trigésimo andar e uma pessoa entra. É ele.

Jesus.

Faço cara de desentendida como se nem percebesse sua presencia e então ele se pronuncia.

" Onde vai?"

Oh,que memória ótima a dele.

"Você me deu o dia de folga. Ou já voltou atrás nisso também?" opsss. Falei demais.

Meu Chefe É ( LIVRO PAUSADO)Leia esta história GRATUITAMENTE!