28

663 46 10


  - CALMA AI ÍSIS! VOCÊ ME ENROLA ANOS DIZENDO QUE NÃO QUERIA NAMORAR COMIGO POIS NÃO QUERIA ME MAGOAR JÁ QUE AMAVA O PAI DE SUA FILHA E AGORA ESTÁ AQUI MORANDO COM UM HOMEM DEPOIS DE SEMANAS DE RELAÇÃO? - Matheus surta do nada

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

  - CALMA AI ÍSIS! VOCÊ ME ENROLA ANOS DIZENDO QUE NÃO QUERIA NAMORAR COMIGO POIS NÃO QUERIA ME MAGOAR JÁ QUE AMAVA O PAI DE SUA FILHA E AGORA ESTÁ AQUI MORANDO COM UM HOMEM DEPOIS DE SEMANAS DE RELAÇÃO? - Matheus surta do nada.   

O clima pesa em segundos e eu gelo. Como vou dizer que Vinicius é justamente o amor que nunca esqueci? Olho para Matheus em pé na minha frente vermelho e depois para Vinicius que se encontra confuso. Tomo coragem e começo a falar antes que Vinicius comece a surtar.

- Ehrr. Matheus, não devo satisfação da minha vida à você. - Aponto em sua direção e sento mais perto do meu futuro marido para tentar acalma-lo. - Joel, esse é o pai da minha filha. - Vinicius põe o braço em meu ombro me puxando para si. 

Matheus fica de um lado para o outro tentando se acalmar, acho que ele percebeu que não tem o direito de se meter na conversa. Joel fica mudo durante alguns segundos mas explode logo depois.

- Esse cafajeste é o pai da minha princesa?- Levanta e soca a mesa lateral derrubando um vaso de flores. - Não acredito que você voltou com esse cretino! Ele enganou você Ísis, te deixou grávida e se casou com outra. - Passa as mãos nos cabelos. - Eu vou matar esse cara!

E é ai que meu querido irmão parte para cima do Vini. Puxa ele pela gola fazendo-o levantar do sofá ficando frente a frente com ele. Meu futuro marido é bem mais alto, sem duvidas, mas meu irmão também é grande. 

- Não bastou você fazer minha irmã de besta uma vez?- Grita e soca o nariz do Vinicius. - Fique longe da minha irmã, ta ouvindo? - Outro soco. 

Tento ficar entre eles. Vinicius não revida e sei que é porque se sente realmente culpado. Meu amor é muito explosivo mas nunca bateria no meu irmão, mesmo ele tendo começado a briga.

- Paraaaa Joel. - Tento empurra-lo. - E você Matheus me ajuda aqui, agora! - Grito.

Matheus faz o que peço e segura Joel que ainda tenta sair de seu aperto e Vini coloca a mão em seu nariz que sai sangue. 

Sento puxando Vinicius e peço para Marta trazer a maleta de primeiro socorros. Assim que estanco o sangue falo.

- Olha Joel, a nossa estória é um pouco complica. Sei que você só quer me defender e que irá demorar para se acostumar com tudo, principalmente com seu futuro cunhado. - Me levanto e vou para seu lado. - Amo o Vini, sempre amei e nunca deixarei de ama-lo... Você sabe por tudo o que passei e que tentei seguir em frente mas não consegui. Vini não sabia de Maria Vitória. Preciso conversar com você as sós e depois de tudo que eu falar, ainda não quiser minha relação com ele, me desculpe mas irei me casar da mesma forma. - Sou firme. 

DOCE LOUCURA - Quando menos esperamos aconteceLeia esta história GRATUITAMENTE!