Capitulo 1

3.2K 91 63

Não é o tempo nem a oportunidade que determinam a intimidade, é a disposição. Sete anos seriam insuficientes para algumas pessoas se conhecerem, sete dias são mais que suficientes para outras.
-- Jane Austen , Razão e Sensibilidade

Boa leitura!😉
########################################################

Eu sabia que devia ter voltado para a cama assim que saí de casa e tentei pegar um táxi - era o dia de rodízio do meu carro. Eu devia ter voltado para baixo dos lençóis assim que aquele motorista idiota passou rente ao meio fio e literalmente molhou meus jeans dos joelhos par baixo.

Eu devia ter voltado!

Mas, em vez disso, respirei fundo e o insultei por uns dois minutos com todos os palavrões que eu conhecia . Ignorei , claro , os pedestres que me atiraram olhares reprovadores.

Não ficou melhor quando cheguei - vinte minutos atrasada - ao escritório e o imbecil , rechonchudo e desalmado do meu chefe me fuzilou com os olhos e depois disse com desdém:

- Além de chegar atrasada, você ainda aparece aqui usando essa roupa imunda? Você devia se vestir um pouco melhor, Camila. Com o salário que eu te pago...

Ah, sim . Que salário!

Eu mal conseguia pagar minhas contas em dia. Trabalhava naquela empresa desde o estágio da faculdade. Depois que formei , acabei sendo efetivada e , como não apareceu coisa melpouco me acomodei um pouco. Além disso eu tinha um plano: Carlos já estava esperando sua aposentadoria e eu tinha grandes chances de substitui-lo . Claro que, antes teria que passar pela provação de suportá-lo até que isso acontecesse.

-Eu sei, seu Carlos - comecei - Mas acontece que um motorista idiota passou...

- Ah! Chega de desculpas. Já estou farto delas. Acha mesmo que eu acredito em suas histórias? Não entendo por que ainda não te demiti! - ele arqueou uma sobrancelha desafiadoramente.

Porque eu sou a pessoa mais competente de todo este prédio , seu porco arrogante!

- Desculpa. Vou pra minha mesa agora mesmo pra compensar o atraso , tá bem ? - E sem esperar por mais um de seus ataques , marchei em direção à minh mesa, espiando sua reação pelo canto dos olhos.

Carlos ficou parado me encarando por um momento , bufou e depois saiu resmungando.

Tentei resolver a pilha de papéis acumulada em minha mesa o mais rápido que pude . Era uma pilha considerável , mas eu era eficiente e terminaria tudo em pouco tempo.

No entanto , perto da hora do almoço , meu computador travou e depois apagou completamente. Tentei religa - lo , mas nada aconteceu. Estava morto!

Bati algumas vezes na máquina - tentando fazê-lá voltar à vida por meio de tortura - mas nem uma única luz acendeu.

- Preciso desses papeis na minha mesa até as cinco! - Carlos urrou da porta. Ele devia ter visto meu embate com a máquina.

- Eu sei! Mas não é culpa minha se o computador pifou. Como posso fazer todos os contratos sem ele?

Perdida- Um Amor Que Ultrapassa As Barreiras Do Tempo(Camren Intersexual)Leia esta história GRATUITAMENTE!