Capítulo 3

37.9K 2.6K 1.7K
                                                  

Estava nervosa, constrangida, e já disse nervosa? É, eu estava

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

Estava nervosa, constrangida, e já disse nervosa? É, eu estava. O jantar foi servido após a família real se apresentar e é claro Alexander também, quer dizer, o príncipe. Tinha que me acostumar a chama-lo assim.

Ele me levou até meu lugar a mesa e então voltou, fazendo seu pequeno discurso de apresentação.

"— Bem senhoritas, sou Lorenzo. Verônica já deve tê-las instruído,  Olhou rapidamente para ela, que assentiu em acordo Então desejo a todas vocês uma boa estadia enquanto estiverem no palácio e sei que vou adorar conhecer melhor cada uma de vocês... Bom jantar!"

Agora nós estávamos jantando, mas ainda sentia o peso dos olhares das garotas sobre mim. Alisson estava ocasionalmente ao meu lado e assim que sentei senti sua mão em minha perna. Olhei para ela, que apenas deu um pequeno e discreto sorriso em sinal de apoio.

Assim que nós terminamos as criadas trouxeram nossa sobremesa. Minha parte preferida. Desviei os olhos do meu prato por um momento e olhei a família real, fatalmente encontrando com os olhos verdes que me encaravam. Senti minhas bochechas esquentarem e um sorriso discreto surgiu no rosto de Alexander. Baixei os olhos rapidamente e voltei a atenção ao doce, terminando de comer com calma.

Quando todas estávamos prontas Verônica fez sinal de que podíamos nos levantar. Então após nossa reverência de despedida nós nos retiramos do salão e voltamos ao segundo andar.

— Sei que hoje é o primeiro dia e que não é fácil para vocês, então descansem bem. Amanhã de manhã espero todas no salão principal para nossa primeira aula. — Avisou assim que chegamos ao topo da escada — Suas criadas já foram orientadas e as ajudaram... Boa noite.

Assim que Verônica desceu a escada e nos deixou sozinha, suspirei baixo e comecei a andar em direção a meu quarto.

— Espere. — Ouvi uma voz feminina meio aguda e irritante.

Virei devagar encontrando com uma garota loira. Seus olhos eram azuis e a pele bronzeada. Ela caminhou em minha direção e parou me encarando.

— De onde conhece Lorenzo? — Questionou e não pude deixar de notar o tom intimo ao pronunciar seu nome.

— Não conhecia o príncipe até agora a pouco, assim como vocês, creio eu. — Olhei para ela com a sobrancelha arqueada, como se a desafiasse a negar.

— Pois não foi o que pareceu. — Rebateu com a voz irritada.

— Pois então você está bem mal informada. Já disse que não o conhecia. — Afirmei perdendo um pouco a paciência.

Quem essa cabeça de palha achava que era? Sim. Porque aquele cabelo dela parecia mais com a vassoura da minha avó do que outra coisa. Credo.

— Escute aqui... — Começou, mas a interrompi.

— Escute aqui você... Não sei quem é, mas sei que não vou ficar ouvindo ladainhas por uma coisa que não me interessa! — Avisei e vi que as outras garotas assistiam a cena em silêncio.

Convocadas - Destinada [COMPLETO]Onde as histórias ganham vida. Descobre agora