Capítulo - 21

2.2K 187 14


Evelyn tinha acordado bem cedo naquela manhã nublada, sentia-se disposta, resolveu que iria voltar a praticar um de seus esportes favoritos, tomou um bom banho refrescante, vestiu uma roupa leve e pegou sua mochila e sua raquete. Daria uma passada no Copley Place para jogar uma partida de tênis antes de ir para o escritório, já que Gaillard não estava na cidade, não teria nenhum problema dar uma atrasada de meia hora.

Fez uma conversão para a esquerda e entrou no imenso estacionamento do clube, estacionou em uma das vagas livres que ficavam próximo ao salão de festa do local.

Desceu do belo veículo preto e acionou seu alarme, caminhou com passos lentos até os fundos onde ficavam a quadra de tênis e os campos de vôlei e futebol.

— Bom dia senhorita Gooding. – Saudou um dos antigos funcionários do lugar.

— Bom dia Harold. – Respondeu erguendo a raquete, enquanto mostrava um sorriso.

Ela continuou seu trajeto até a quadra toda cercada por alambrados altos e atravessou o pequeno trecho lateral que circulava a quadra. Para sua sorte um de seus companheiros de jogo já estava à espera de alguém, como sempre fazia todas as manhãs, era Finn Marshall, um executivo aposentado do ramo de mineração.

— Bom dia senhor Marshall. – Saudou Eve mostrando-lhe um largo sorriso.

Finn abaixou o jornal que tinha entre as mãos e retribuiu o sorriso para a jovem, ergueu-se e caminhou até ela.

— Mas veja quem resolveu dar as graças de sua bela presença? – brincou enquanto estendia a mão esquerda para a jovem.

— Pois é, retornei de umas férias em Boston. – Respondeu enquanto apertava a mão dele.

— Espero reencontrá-la com mais frequência. Acho que é melhor começarmos antes que essa chuva resolva descer. – Alertou.

— Tem razão.

Finn se afastou até o banco onde estava sentado e pegou sua raquete, enquanto Eve colocava sua mochila sobre o banco, retirou o casaco, pegou sua raquete e caminhou até o meio da quadra.

— Primeiro as damas. – Disse Finn jogando-lhe a bolinha amarela.

Eve mostrou um largo sorriso e assentiu, pegou a bolinha e antes de começar jogou-a duas vezes contra o chão como se estivesse fazendo seu reconhecimento, respirou de forma profunda e apertou a bolinha com sua mão direita, por fim a jogou para o alto e acertou bem no meio da raquete dando início à partida.

Havia pegado gosto pelo jogo de tênis com dez anos, enquanto assistia às partidas de seu pai com os colegas do Gold Boston, ainda podia se lembrar de todas as manhãs de terças e quintas sem faltar em nenhuma. Edgard Gooding era conhecido por seu bom humor e por ter uma vida saudável, regrada com suas atividades físicas.

Os ventos sopravam de forma lenta e gélida contra a quadra, os olhos castanhos de Eve permaneciam atentos a cada movimento de seu rival, sempre se lembrava das táticas que aprendera, "sempre fique atenta a cada movimento de seu oponente".

Eve acertou a bolinha em cheio arremessando-a no lado direito da quadra, não dando chance para Finn a pegar.

— Vejo que não desaprendeu nada não é? Sempre muito ágil. – Disse Finn com a voz ofegante e o rosto vermelho.

Eve mostrou um sorriso enquanto movimentava a raquete, estava ofegante e com o rosto vermelho igual a um pimentão.

— Não devemos demonstrar nossos pontos fracos, não é mesmo?

Amor  Por AcasoLeia esta história GRATUITAMENTE!