uma nova era

712 115 2

Eu não devia me permitir tamanha estupidez. A essa altura eu já devia ter aprendido que um sorriso é apenas isso: uma porção de dentes enfileirados, um atrás do outro, e a isso se convencionou como um gesto de simpatia. Você sorri para os vizinhos, para as crianças que te encantam por cinco segundos, e, vez ou outra, para si mesmo, quando sabe que conseguiu executar uma das tarefas de sua vida com o mínimo de decência e, de algum modo, deu um jeito de não arruinar tudo.

Mas esse tal desse sorriso seu é muito mais do que mero gesto de simpatia. O seu sorriso muda o seu rosto inteiro, e nos últimos dias, tem mudado o meu também.

Eu, NósLeia esta história GRATUITAMENTE!