Capítulo dezessete

561 41 0

Cecília.

Uma semana havia se passado,depois da discussão com Carol, e até agora ela não tinha comprido suas ameaças e também não apareceu mas para ver Bel, isso preocupava Rodrigo. E mesmo receosos continuamos com os preparativos para nosso casamento.

E lá estava eu,parada como uma estátua no meio da sala, experimentando meu vestido de noiva, e rodeadas por minha mãe, Julia e Nati que estavam quase enlouquecendo a costureira com tantos palpites. Elas só pararam com a discussão depois que a campainha tocou.

_ Aí gente!...e o Rodrigo!,Cissa anda vai pro quarto agora, ele não pode ver você!.minha mãe diz, assim que olha pelo olho mágico.

E com isso foi a maior correria,e depois de alguns minutos consegui tirar meu vestido,então fui ver Rodrigo.

_ Oi,...você quase provocou um infarto coletivo nas meninas,por chegar bem na hora que eu estava experimentando meu vestido de noiva. Falei,dando um beijo nele.
Mas vi que sua expressão não mudou,até parecia que não tinha ouvido nada que eu disse.

_ O que houve Rodrigo?.perguntei preocupada.

_ Carol entrou com uma ação na justiça, para conseguir a guarda da Bel,...recebi a intimação hoje,a audiência será daqui um mês!.Rodrigo disse, sem me olhar.

_ Eu não acredito que ela fez isso!.

_ Por sorte,um professor de Lucas aceitou ser meu advogado e cobrar menos pelos seus honorários,...se não fosse assim não teria como pagar pela minha defesa!.Rodrigo disse,enfim me olhando.

_ Não se preocupa!...vai dar tudo certo!...além do mas você é um ótimo pai, e Carol abandonou a filha!,isso deve ti favorecer!.falei segurando suas mãos.

_ Cissa,...eu nem sei como ti dizer isso, mas infelizmente vamos ter que adiar nosso casamento!,...eu sei que não é justo com você,mas não estou com cabeça para isso agora!,acho que não conseguiria estar feliz para me casar, com o risco de perder minha filha!.Rodrigo disse,me encerrando.

_ Tudo bem Rodrigo,...se você não fizesse isso, eu iria fazer. Disse,tentando ser forte.

_ Me perdoa por tudo que eu estou fazendo você passar,...você não merecia isso!.ele falou me abraçando.

_ Não tenho que ti perdoar!...eu tiamo,e por você faço qualquer coisa!.

Então nos beijamos, enquanto sentia as lágrimas de Rodrigo se misturarem com as minhas,e molhar minha blusa. Na verdade, tudo que estava acontecendo, não era justo com nenhum de nos dois.

******

Infelizmente houve o cancelamento do nosso casamento,que seria marcado em outra data quando ação que Carol havia movido contra Rodrigo termina-se. Todos ficaram tristes com essa notícia,minha mãe mas ainda,segundo ela assim adiava ainda mas seu sonho de ser avó. Nesses últimos dias,eu e Rodrigo estamos um pouco distantes um do outro. Ele está um tanto ocupado com seu advogado, juntando provas contra Carol. Eu para manter minha mente ocupada,estou passando quase todo meu tempo no hospital,cuidar das minhas crianças é a única coisa que me acalma.

Depois de horas instruindo os residentes nos atendimentos,meu estômago começava reclamar de fome,então resolvi comer alguma coisa, mas antes fui perguntar para as enfermeiras se não tinha mas nenhum atendimento.

_ Oi Renata,...tenho mas algum paciente pra agora!.perguntei chegando na enfermaria.

_ Pra agora não doutora!...mas ter uma moça querendo conversar com você,ela disse que era sua amiga, então deixei que ela ficasse esperando na sua sala. Renata disse.

Destinos Traçados (completo) Leia esta história GRATUITAMENTE!