X

2.5K 269 79

Oie! I'm back!

Desculpem ter sumido, mas entrei em semanas de provas e parece que junto veio a falta de inspiração pra escrever, por isso demorei para postar esse cap, mas depois de assistir Senhor dos Anéis esses dias pra trás a inspiração voltou junto com algumas ideias pra esse cap e os próximos.

Obrigado Orlando Bloom :3 Mentira, obg Tolkien por ter criado esse universo maravilhoso!

Bom, espero que gostem desse cap, vejo vocês nos comentários ;)

Cap escrito pelo celular, então pode conter erros de digitação. Sorry.

Boa leitura!

***

Os dias pareciam passar ainda mais devagar enquanto atravessamos Southland, ou como muitos o chamam: o país do frio, por ser o lugar mais frio de toda Andrômeda, e posso dizer que o nome combina muito bem.

Só o nosso uniforme não bastou para nos proteger do intenso frio que faz nessa região e por sorte havíamos comprado algumas roupas para esse tipo de clima antes de sairmos da fazenda de Skye. Até mesmo os cavalos que são nativos daqui e que havíamos comprado estavam sentido o efeito do frio e por conta disso e das pequenas ventanias que ocasionalmente pegávamos no caminho a viagem foi um pouco mais lenta e acredito que por conta disso demoraríamos um par de dias a mais até conseguirmos chegar no nosso destino, e a cada dia que se passava, mais difícil e cansativa se tornava a nossa viagem.

Eu só espero que no final valha a pena, e que consigamos chegar nesse lugar sem maiores problemas, e que lá realmente seja um lugar para nos manter seguros até que possamos nos organizar e tenhamos um plano para salvar a nossa cidade, o nosso planeta e a todos que conhecemos.

A única coisa boa nessa viagem era as pequenas competições que fazíamos de vez em quando entre nós mesmos, como as corridas de cavalos quando o terreno era mais plano e conseguíamos ver boa parte do caminho a frente, até linhas de chegada imaginárias, consegui ganhar algumas dessas corridas, mas meu irmão e Anthony eram definitivamente os mais rápidos e as corridas entre eles sempre eram das mais acirradas, até mesmo Thomas que de início estava em pé de igualdade com eles acabou desistindo ao ver o nível da competitividade entre eles era muito maior do que ele conseguia aguentar e preferiu ficar só assistindo e rindo da frustração de quem perdia junto com Skye que não havia subido hora nenhuma em um dos cavalos, preferindo ficar o mais longe possível deles sentada confortavelmente - o quão confortável uma viagem em uma estrada de terra, neve e/ou pedras pode ser - na carroça, e Ally que desde o início preferiu não arriscar quebrar o seu pescoço com essas corridas malucas apesar de gostar de andar à cavalo.

_Estou cansada - murmurei deixando a minha cabeça encostar nas costas do meu irmão e fechando os olhos em seguida.

_Nós já sabemos, Tori, nós já sabemos - disse ele com a voz baixa, e eu tenho certeza que se eu estivesse vendo o seu rosto eu o veria revirar os olhos, típica reação dele. Não posso culpá-lo, eu venho reclamando há um bom tempo, e querendo ou não, isso irrita qualquer um, até mesmo a pessoa mais calma do mundo.

Por um momento me lembrei de um personagem de um antigo desenho animado, que quando viajava vivia perguntando se haviam chegado, e aposto que Elric está pensando que eu sou tão ou mais irritante que ele.

_Por que não paramos? - Thomas sugeriu, e eu abri os olhos para fitá-lo - Já andamos o dia todo, só parando para o almoço, além que não falta muito para que anoiteça, temos que achar um lugar seguro para passarmos a noite.

_Ele tem razão - Anthony concordou - Se demorarmos muito mais, é capaz de não conseguimos achar um bom lugar.

Escutei Elric soltar um suspiro, embora eu não possa definir muito bem o porquê dele, até que ele assentiu e nós começamos a andar um pouco devagar a fim de procurar um bom lugar para passarmos a noite, e felizmente não demoramos para achar um lugar entre as árvores, grande o suficiente para nos acomodarmos sem maiores problemas e todos juntos.

Guerreiros do AmanhecerWhere stories live. Discover now