20

866 65 10

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

Acordo com sentindo um corpo quente atáas de mim

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

Acordo com sentindo um corpo quente atáas de mim. Abro os olhos e vejo onde estou. Em meu escritório, a realidade faz meu coração acelerar. Tiro o braço que estava em minha cintura e me virando vejo o  homem que tanto amo e fico ali namorando-o com os olhos... Acabei de fazer sexo com Vinicius e foi maravilhoso, algo único como era. Mas não poderia me entregar assim... Como fui tão burra a esse ponto? Na primeira oportunidade me derreto aos seus toques. E como pude fazer isso com um homem casado? Mas uma vez me via no papel de outra e com o mesmo cara. Sinto lagrimas escorrerem pelo meu rosto.  Me levanto e saio pegando minhas coisas que estão espalhadas pela a sala. Olho meu celular e porra, já são sete da manhã. Amanda deve está pirando por que ainda não cheguei já que tem várias chamadas suas...

Quando estou para me vestir, lembro que meu vestido está só os trapos. Como vou fazer para ir embora? 

Ouço um gemido baixo e minha atenção se volta para o sofá que acabei de me levantar. A cena aquece meu coração. Vinicius se espreguiça, levando os braços a cima da cabeça e juntando as mãos. Bocejando como um urso... Meu Deus, eu tinha até esquecido como era acordar ao seu lado... Ele me fita e ver que estou com minhas coisas nas mãos. Rapidamente visto minha calcinha já que é a unica peça de roupa que está inteira e de repente ele está na minha frente. 

- Não adianta fugir de mim fada. - Vinicius diz passando o dedo em meu rosto limpando as lágrimas. - Não deixaria nunca você sair novamente da minha vida! - Me aconchega em seus braços me deixando imóvel. 

Tento me fastar mas lógico que é em vão. - Queria falar com você a respeito de Maria Vitória e não sobre eu e você. Você ficou de me procurar e sumiu... Deve ter desistido de saber sobre ela. 

Ele se afasta um pouco de mim, fazendo com que eu olhe para cima e fala. - Não deixei de pensar em vocês um só minuto em todos esses dias. Se não procurei por você é por que queria da um tempo para você se entender com Maria Vitória, sei que ela é minha filha, mas não queria confundir sua cabecinha... Você precisava conversar com ela e teria que ter tempo para isso. - Me abraça novamente dando um pequeno beijo em minha cabeça.

DOCE LOUCURA - Quando menos esperamos aconteceLeia esta história GRATUITAMENTE!