(Capítulo não revisado)

LUNA

Se passou um mês e o aniversário de um aninho de Caio chegou. Não consigo acreditar que já faz um ano que ele nasceu. Lembro muito bem quando me deram a notícia de que  ele havia chegado ao mundo e de minhas lágrimas que não paravam de cair.

Quando cheguei ao hospital, Caio não havia nascido ainda. Quando finalmente nossa entrada foi liberada, Heitor e eu entramos correndo no quarto. Meu Deus, como o tempo passa... Sinto-me um pouco culpada por ter passado seis meses longe daquele pedaço de gente.

Muita coisa aconteceu nesses trinta dias que se passaram. Noah e eu evoluímos a cada dia mais e posso dizer que estou nas nuvens. Bem, quase nas nuvens... Mês passado recebi uma ligação de Natalie Roman, uma das estilistas mais famosas e idolatradas por mim. Sabe quando você olha pra alguém que você admira e pensa: "quero ser ela quando crescer"?
Pois então, quero ser Natalie "quando crescer".

O problema não foi olhar para o meu celular e quase morrer quando descobri que minha diva estava me ligando. O problema foi ouvir o convite para desfilar no seu evento, que acontecerá daqui há poucos dias. Natalie, além de me chamar para desfilar, disse que tem interesse em uma parceria comigo por uma temporada. Primeiramente, dei um grito tão alto que Noah ouviu de dentro do elevador, bem na hora que voltava do trabalho.

O coitado entrou no apartamento desesperado, pensando que havia algum ladrão ali ou coisa do tipo. Apenas apontei para o celular em meu ouvido e fiz um gesto de comemoração. Ele revirou os olhos e afrouxou a gravata, parecendo aliviado e irritado ao mesmo tempo.

Aceitei ambos os convites, obviamente, mas assim que a ligação se encerrou tive vontade de chorar. Vou dizer o motivo: peso.
Estou e trabalho no ramo da moda há bastante tempo já. Vejo de perto o sofrimento de várias modelos, que lutam diariamente com a balança. A olhos "humanos", elas estão perfeitamente bem, mas para o mundo da moda, estão praticamente obesas.

Nunca tive uma opinião realmente formada sobre esse assunto, mas é a realidade para eles. Como trabalho no "background", nunca me preocupei muito com meu peso, mas gosto de me cuidar. Tento ir a academia todos os dias da semana, mas como minha vida é uma loucura, acabo indo apenas quatro dias.

Acho que o termo correto é "acabava", pois virei uma verdadeira sedentária nesses últimos meses. Começando quando ainda estava em Paris, a terra dos croissants. Croissants são a minha paixão e comia pelo menos um todos os dias. Não me culpe, aquilo é uma verdadeira tentação. Há de todos os sabores e tenho uma queda em especial pelos doces. Eu sei, justo os que mais engordam...

Já voltei ao Brasil pesando mais do que costumava pesar e tudo piorou quando eu e Noah começamos a... Bom, ter o que temos hoje. Tanto homem no mundo e eu fui arrumar um que cozinha maravilhosamente bem. Tudo que o meu moreno faz eu como quase chorando de alegria. Principalmente massa, que é sua especialidade. Juro que tento ficar só na salada e frango grelhado, mas o filho da mãe não deixa. Eu posso estar trancada no quarto, mas sinto o cheiro de massa e molho fresco e não resisto. O pior é que o traidor sabe disso...

Resultado: desenterrei uma balança velha de meu closet e quase me joguei da janela quando vi que engordei quase cinco quilos em pouco mais de um mês. UM MÊS!!!!
Como posso desfilar para NATALIE ROMAN, a maior diva que o mundo da moda já viu, pesando quase 60 quilos?????
A resposta é: NÃO POSSO DE JEITO NENHUM!

É por isso que há um mês eu vou à academia duas vezes por dia, todos os dias. Comida? Nem sei mais o que é isso... Tenho vivido a base de shakes e barrinhas de cereal. Faço apenas uma refeição, que é um prato de salada.
O restante do dia eu passo tomando litros e mais litros de shakes e me entupindo de barrinhas. Loucura? Não, eu diria um sacrifício necessário.
Eu já estava precisando emagrecer de qualquer jeito e esse convite de Natalie só serviu para me dar um super gás extra.

A Paixão Acontece - Trilogia SchneiderLeia esta história GRATUITAMENTE!