Prólogo

4.2K 223 11

Atirar, atirar e atirar. Essa é a única coisa que eu sei fazer desde meus 16 anos. Cresci nas ruas e aprendi a me virar da única forma que achei mais fácil, assaltando, com isso fui convidada a participar de um grupo de assaltantes que na época estava se formando. Agora que estou com 20 anos sei não só atirar como também sei desarmar e armar bombas.
Nosso grupo se especializou em assaltar bancos, e hoje é o grande dia, ou um dos grandes. Estamos fazendo os últimos ajustes, nosso grupo tem 9 pessoas e se chama "astrônomos", eu sei, é um nome de merda, mas não fomos nós que escolhemos, escolheram pra gente. Um dia fomos assaltar e usamos nossos apelidos, porque não eramos idiotas de dizer nossos nomes na frentes das vitimas, nisso alguém deve ter inventado esse nome de bosta, mas não temos do que reclamar.
Meu nome é Leslie, estou pronta para fazer meu trabalho, estou vestida como uma pessoa normal e daqui a alguns minutos o assalto irá começar, estou parada em frente ao banco fumando um cigarro esperando os outros, meu apelido é Marte.
- Vênus em posição. - ouço ela falar e sorrio.
- Adoro quando fala isso. - digo.
- Claro, você é uma pervertida. - ela responde e ri. Vênus se chama Kiera e é minha namorada, entrou no grupo antes de mim e tem 22 anos, ela é a sniper do grupo e no momento ela estava em cima de um prédio na esquina mirando em mim. - Da pra ver ai direitinho, você está fumando e nem pra dividir. - ela reclama.
- Era o último. - digo indiferente. Nós estávamos falando por mini comunicadores, em outras palavras o resto do grupo estava ouvindo tudo.
- Consigo mirar no seu coração, se eu atirar agora você morre.
- Você já atirou no meu coração.
- Não uma bala. - ela ri de novo.
- Mercúrio em posição.
- Plutão também. - Mercúrio era nosso líder, ele e Plutão estavam prontos para entrar no banco, eu estou de vigia hoje, como está de madrugada não liguei para isso, eu estava apenas com duas pistolas, ficamos meses observando e não esperávamos por problemas, mas nunca poderíamos ter certeza.
Júpiter estava com um carro ha algumas quadras daqui, Netuno era um de nossos hackers então ele estava trabalhando junto com Saturno para desativar a segurança do banco. Urano e Terra deveriam estar tomando conta da entrada.
Eu estava na entrada oficial, na frente do banco, trabalhamos para abrir outra passagem para Mercúrio e Plutão que eram os mais fortes do grupo. Dos mais rápidos estavam eu, Vênus, Terra e Saturno. As mulheres mandavam nesse quesito.
- Marte, hoje a noite está linda, que tal se a gente sair? - Vênus pergunta.
- Parem de namorar, por favor. - Terra reclama.
- Está com inveja só porque o Plutão não te quer. - falo.
- Ele será meu. - Terra ri.
- Boatos que Plutão não é nem planeta. - Saturno diz.
- Piada velha ein, irmão. - Plutão fala.
- Se concentrem no trabalho. - Mercúrio reclama.
- Netuno cumpriu a missão, caminho livre para Mercúrio e Plutão.
- Mercúrio em ação.
- Plutão em ação.
- Vocês estão juntos, só um fala, mais prático. - Terra diz.
- Boa sorte. - Netuno diz.
Olho para o céu, a gente achava legal usar nomes de planetas mas não entendiamos nada de constelações, mesmo as estrelas sendo lindas. Meu cigarro havia acabado, respiro fundo e vejo um carro da policia se aproximando. Legal, problemas.
O carro se aproxima, quando passa a minha frente ele para, fodeu.
- Boa noite, senhorita. - um dos policiais diz.
- Boa noite, senhores. - respondo.
- Não está tarde para ficar sozinha na rua? - o outro policial pergunta.
- To esperando minha irmã vir me buscar, dei um fora no meu namorado e o corno me deixou aqui, nada cavaleiro da parte dele. - falo.
- Tudo bem então, quer companhia?
- Não precisa, ela já deve estar chegando, boa ronda, senhores. - falo sorrindo e eles vão embora.
- O que um rosto bonito não faz né? - Netuno pergunta.
- Meu querido Netuno, se eu tivesse rosto bonito eles nem paravam.
- Acho que pararam justamente por isso. - Plutão diz. - Plutão em retirada.
- Mercúrio em retirada. - ele diz.
- Urano e Terra em retirada. - Terra diz.
- Saturno ativando sistema de segurança.
- Júpiter ligando o carro, podem se retirar das posições.
- Marte em retirada.
- Odeio ser a ultima a sair. - Vênus reclama. - Vênus em retirada. - ela diz e pouco depois entra no carro. - Essa arma pesa, mas adoro a mira dela.
- Claro, você fica olhando os peitos da Leslie. - Mercúrio diz e leva um tapa da Kiera.
- Vamos pra casa. - é só o que a Terra diz e fomos embora.

Deep End - Romance Lésbico Leia esta história GRATUITAMENTE!