Capítulo 22 : Eu Sou Um Warren

4.7K 296 217

Um choque. Uma porrada na cabeça. Um tiro. Não sei como descrever. Vejo os dois parados me olhando com uma expressão que não consigo descrever. Eram meus pais e o que eles estão fazendo aqui no momento. Minha mãe com um sorriso no rosto como sempre fazia. Sempre forçava um sorriso que fazia as pessoas imaginarem que sua vida é extremamente perfeita. E o meu pai me olhava surpreso como se quisesse falar algo.

- Andy. Como você cresceu. - Disse a minha mãe. - Quantos anos você tem agora? 20? 22?

- 17. - Meu pai fala sorrindo.

- Pelo menos você sabe algo de mim além do meu nome. - Digo o olhando. - Mas quero entender o motivo porque estão aqui logo agora?.

- Ora garoto. - Minha mãe balança as mãos. - Viemos passar uma temporada com vocês. Estamos com saudades.

- Do Henrique e da Lucinda. - Digo. - Enquanto a mim só apareceram para entregar mais minha vida.

- Também sentimos sua falta Andy. - Meu pai fala enquanto minha mãe revira seus olhos debochadamente.

- Irei morar com meu avô durante essa temporada. - Falo os olhando. - Vocês podem ficar ai bancando a família perfeita sem mim. Eu nunca fui importante.

- Não diga isso. - Meu pai tenta se aproximar de mim mas me afasto. - Fiquei sabendo que você é o Scott..

- Agora querem se meter na minha vida amorosa. Não precisam se preocupar nem nada. Eu e o Scott não temos mais nada. Agora se me derem licença irei dar uma volta.

Dou meia-volta saindo da cozinha. Estava triste? Com raiva? . Eu não sei. Não sei o que sentir o que pensar. Parece que minha vida está virando cada vez mais de cabeça para baixo.

Assim que chego na casa do meu avô eu o vejo sentado em sua cadeira ele estava com um semblante nada bom. Será que ele estava doente?.

- Vô o senhor está bem?. - Pergunto me sentando no sofá.

- Oh Andy. Que surpresa agradável. - Diz ele me olhando sorrindo. - O que faz aqui não deveria está estudando? .

- As aulas acabaram. Eu passei de série. E tudo virou de cabeça para baixo.

- Como assim pequeno? .

- Descobri que o Scott me ama, mas ele não pode ficar comigo, como o senhor sabe a mãe dele está com Câncer e o pai dele paga o tratamento. O pai dele é preconceituoso ameaçou o Scott se fizer algo de errado iria parar de pagar o tratamento da mãe dele e não vai pagar a faculdade de Scott também. E sem contar que o filho da mulher do pai de Scott e maior gay recalcado. Fez uma armadilha para eu passar de corno e ele ameaçou o Scott para se separar de mim. Scott não ia propor uma separação mas eu optei por isso eu não quero acabar com seu futuro. E isso não é o pior. Meus pais, seu filho está em casa eles vieram passar uma temporada lá.

- Andy. - Meu avô diz. - Eu não sei o que dizer. Andy eu sinto muito por tudo e eu já sabia que seu pai estava vindo. Eu não te contei nada porque ele queria fazer uma surpresa.

- Uma surpresa nada boa para mim. Vô eu não posso ficar lá. Deixa eu passar um tempo com você. - Digo.

- Andy você precisa ser forte e aguentar tudo o que está acontecendo. - Meu avô diz.

Eu preciso ser forte e aguentar tudo isso que está acontecendo. Até Janeiro.

{ JANEIRO }

Nunca imaginei que passaria esse tempo todo no meu quarto. Natal, ano novo. Evitei o contato de todo mundo. Dos meus amigos, dos meu irmãos, e principalmente do meu pai. Agora aqui estou eu olhando para o espelho em plena segunda feira me preparando para ir ao acampamento de verão.

Eu ( Não ) Sou GAY?! ( Romance Gay )Leia esta história GRATUITAMENTE!