Capitulo Cinquenta e Sete

55.8K 4.3K 238

Abri o pequeno pacotinho de M&M, enquanto procurava por Luke com os olhos.

–Luke? Cadê você? –Perguntei.

–Aqui! –Disse surgindo ao meu lado.

–Está maluco? –Perguntei pondo a mão em cima de meu coração.

–Calma Em's. sou apenas eu. Um garoto lindo, gostoso... –Começou.

–Convencido. –Acrescentei.

–E que você ama! –Completou.

–Alguém falou de mim? –Daniel perguntou se virando.

–Não, é comigo! –Disseram Math e Gui juntos.

Observei eles começarem discutir enquanto colocava uma pequena bolinha de chocolate em minha boca.

–O que você está comendo? –Perguntou Luke deitando ao meu lado.

–M&M. –Dei de ombros.

–O que você está comendo Emily? –Perguntou Daniel com um olhar mortal.

–Um novo tipo de cacau. Vendido somente em pacotes de M&M, para aumento das vendas, você sabe como é não é? –Perguntei inocente. –É até mesmo verde. –Sorri levantando uma das pequenas bolinhas.

–E você já tomou seus remédios? –Perguntou erguendo a cartela cheia.

–Lembrei o que estava me esquecendo. –Sorri amarelo.

Ele me entregou um comprimido e guardou a cartela, se jogando ao meu lado.

Mallu e Gus ficaram em um canto, enquanto Math se jogava ao lado de Layne.

Olhei para Luke e Gui:

–Se peguem! –

–Palhaça! Não esquece que foi eu que... –Começou.

–Lembra que fui eu,

Não esquece que fui eu,

Que te amou demais desde o dia em que te conheceu! –Cantarolei a musica.

–Eu nunca vou me esquecer! –Disse Math.

–Isso foi para mim! –Disse Luke.

–O filme vai começar, calem-se! –Disse me ajeitando no peito de Daniel.

–Você não vai assistir. –Disse roubando-me um beijo.

Ele riu e me abraçou. Nada mais importava!

(...)

Acordei encontrando todos dormindo. Levantei-me com cuidado, buscando certezas de que nenhum deles acordaria.

Puxei de minha mesinha uma caneta permanente e me sentei com cuidado ao lado de Math, puxei seu braço devagar, desenhando um pequeno pônei junto de um arco-íris, enquanto em cima, escrevi um "I love you pônei", meio desajeitado.

Em Gui, escrevi um "Eu amo o Luke", fazendo o mesmo nele, mudando apenas o nome.

Pintei o nariz de Layne como o de um perfeito palhaço, enquanto em sua bochecha, rabisquei meu nome.

Caminhei até meu guarda roupa, puxando uma pequena caixinha de guache e algumas tintas coloridas para cabelo que saem com agua.

Pintei o rosto de Mallu como o de um palhaço, parando apenas quando ela parecia estar pestes a acordar e pintei os cabelos de Gus e Daniel com uma mistura de azul e rosa.

S.O.S Internato: A Marrenta tá na área!!!-EM REVISÃO ||LIVRO ÚNICO||Leia esta história GRATUITAMENTE!