13

832 59 10


Depois que a banda da minha linda saiu do palco, fui espera-la na porta do camarim

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

Depois que a banda da minha linda saiu do palco, fui espera-la na porta do camarim. Até por que aquilo ali tava uma loucura e cheio de marmanjo. Não consigo tirar a cena dela em cima daquele palco com aquela roupa... Ela vai se ver comigo. Mulher minha não usa esse tipo de roupa...SÓ PARA O PAPAI AQUI!

Vejo Ísis sair pela porta e já agarro pelo braço sem da oportunidade de ninguém chegar perto dela e coloco seu corpo junto ao meu. - Hoje vou da uma lição em você minha fada gostosa. Quem já se viu usar uma roupa dessa para todo mundo ver o que é MEU? - Digo com voz rouca em seu ouvindo e no mesmo momento percebo  ela aumentar o ritmo da respiração. - Não fique nervosa baby, só vou dar algumas palmadas nessa sua bunda de boneca!

- Vini, você não é meu dono. Me visto como eu quiser, ainda mais em meus shows. Isso se chama figurino se você não sabe. - Fala e morde a parte de dentro da bochecha. 

- Sou seu dono sim! Já disse que você é minha e não disse brincando! Agora venha cá que não vou conseguir esperar até chegar em casa... - Puxo ela até o banheiro feminino mais próximo. 

Tranco a porta e coloco minha gostosa sentada no balcão da pia. - Huum, só vejo uma coisa boa de você está com esse vestido. - Digo levantando seu vestido e puxando as laterais de sua calcinha de uma vez só.

- Voc.. Você.. erh... Rasgou minha calcinha - Fala me olhando assustada.

Passo minhas mãos em suas costas de baixo até seu pescoço deixando minha ruiva arrepiada . - Posso fazer o que eu quiser com você, com sua calcinha...com sua boceta molhadinha... - Passo o dedo em seu critóris que já esta inchado.

Não temos muito tempo até baterem na porta, abro minha calça deixando apenas meu pau que está pulsando pela minha gostosa de fora, alcanço sua boca sugando sua língua e meto duro. Sinto ela apertar em volta do meu pau.

- Rebola no meu pau minha putinha... arh...

Isís crava suas unhas em minhas costas me deixando com mais tesão. Tudo que essa mulher faz me deixa no limite. Tiro quase todo de dentro e volto pelo caminho lentamente sentindo as paredes de sua bocetinha...

- Você é tão molhadinha... Apertadinha.. Você acaba comigo fada. 

Saio de dentro dela e coloco ela no chão ficando de costas pra mim.

- Agora você vai aprender a não usar roupas provocantes na frente de outros homens...

Ela empina a bunda ainda mais em minha direção e passo a cabeça do meu pau em sua entrada que já esta pingando. 

DOCE LOUCURA - Quando menos esperamos aconteceLeia esta história GRATUITAMENTE!