Capítulo Onze.

675 66 0

Cecilia

Minhas lágrimas escorriam pelo meu rosto, enquanto eu dirigia meu fusca. Tudo que Rodrigo me disse, fez com que eu ficasse mas confusa, se ele gostava de mim,como ele demonstrava em suas palavras, porque estava me afastando dele?. Dizendo que Bel era sua prioridade, eu nunca iria interferir na relação dos dois, ao contrário disso, tentaria dar o amor de mãe que ela nunca teve!.

Realmente eu não conseguia entende-ló,e nem compreender tudo que aconteceu comigo nesses últimos meses, mas amanhã começa uma nova fase, e tudo que aconteceu ficará no meu passado.

********

Dou uma última olhada, no espelho pra ver como estou,tinha combinado de ir num clube com Julia, Nati e Edu, para fazemos uma despedida para mim. E hoje decidi caprichar no visual, e mesmo não sendo tão vaidosa, estava realmente bonita.

_ Nossa você está linda filha,...se o tal mecânico visse você assim, iria sê arrepender de não querer nada com você!. Minha mãe disse,assim que entrou no quarto.

_ Mas isso não vai acontecer!...ele fará parte do meu passado a partir de amanhã. Falei.

_ Não me lembre disso!,..eu sempre achei,que quando você saísse de casa, era pra se casar!. Minha mãe disse.

_ Mãe!...não vai começar com drama!,seis meses passam rápido!,quando você mesmo esperar, eu estarei de volta. Disse abraçando minha mãe.

_ Cecilia, suas amigas estão aí!. Meu pai disse,assim que entrou no quarto.
_ Já estou indo!...e pai, cuida da mamãe, que hoje ela está muito carente!.falei,fazendo minha mãe me olhar feio.

Sai apressada do quarto, antes que ela fizesse mas drama, fui encontrar minhas amigas na sala.

_ Uau!...Cissa, você está arrasando!.Julia disse,assim que me vio.

_ Concordo com você Julia, a Cecilia está linda!.falou Nati.

_ Que isso meninas!,assim vocês me deixam sem jeito! Falei envergonhada.

_ Tá bom! Então vamos deixar de enrolação, e vamos logo que o Edu está nos esperando lá embaixo. Julia disse, quase arrastando eu e Nati.

Fomos todos no carro de Edu, relembrando nossos tempos de colégio. Quando chegamos no clube, Julia já foi me arrastando para a pista de dança, alguns colegas do hospital também estavam lá. E mesmo com tantos problemas, eu estava me divertindo.

_ Olha só Cissa,aquele gatinho não tira os olhos de você!.Julia disse, apontando com a cabeça.

_ Tudo que eu não quero agora, e me envolver com alguém!...mas você pode investir, se quiser!.falei, dando uma piscadela para ela.

_ Não obrigada,...eu já tenho, um outro gatinho em minha lista!

_ Por acaso o nome dele, e Lucas?,...achei que você não se envolvia com meninos mas novos!.disse.

_ Bom,a sempre uma exceção! ...,e falando de gatinhos, aquele cara que estava de olho em você está vindo pra cá. Julia disse.

É realmente o garoto estava vindo, então me convidou para dançar, e eu não tive outro alternativa a não ser aceitar. Tudo bem que ele era bonito, e tinha um papo legal, mas meu coração pertencia a outra pessoa. E como queria que fosse com ele,que eu estivesse dançando.

Até parece que céus me ouviram, pois quando virei, me deparei com aqueles olhos cor de mel me olhando, senti meu corpo inteiro se arrepiar, e minhas pernas ficaram bambas quando percebi que ele vinha até mim.

_ Me desculpa, mas a dama havia me prometido uma dança primeiro!. Rodrigo disse, segurando meu braço e com cara de poucos amigos.

_ Se manca cara!...eu cheguei primeiro!. O rapaz disse, empurrando Rodrigo.

Destinos Traçados (completo) Leia esta história GRATUITAMENTE!