09

794 61 7


Ainda estou nas nuvens, não pode ser

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

Ainda estou nas nuvens, não pode ser. Que beijo maravilhoso, que hálito gostoso e que pegada! Ainda não consigo colocar as ideias em ordens. Ele disse que eu sou dele? Sério isso? Como assim ir para a sobremesa? Acho que vou ter um ataque de nervos. 'Calma Isís se controla e respira'. Então olho para aqueles olhos lindos e fico piscando feito uma louca, tentando encontrar forças pra responder... E o que responder? Lógico que eu quero ir pra cama com ele, era tudo o que mais queria desde que o conheci, mas ele é meu chefe e se desse merda? Como iria ficar minha situação... Mas e se depois eu me arrepender de não ter feito nada? E agora o que eu faço...

- Diga minha fada, você me quer que eu te foda agora ou depois? Por que uma coisa eu digo para você. Não adianta dizer não pra mim, de hoje você não me escapa. - Vinicius fala com a voz rouca me deixando mais desnorteada ainda.

- Ehhrr, como assim? Não to entendendo. - Falo meio tremula.

Então ele coloca sua mão em minha nuca e trazendo sua boca bem perto do meu ouvindo dizendo:

- Qual parte do que que quero foder você, você não entendeu? Você tem tirado todo meu juízo desde o dia que te vi quase nua no nosso corredor. E de la pra cá a unica coisa em que penso é foder você! E pode ter certeza que já pensei bastante batendo uma para você! E tenho certeza que ver você cavalgando em cima do meu pau será a visão mais linda do mundo...

Eu fico vermelha instantaneamente. Como assim ele fala isso na maior naturalidade do mundo? Mas quer saber de uma coisa...Não vou me privar de ter uma noite tórrida com esse gostoso. Ele ta me dando mole e eu não vou perder uma boa foda por medo! Então coloco um sorriso sínico no rosto.

- Prefiro você de prato principal, sobremesa e café da manhã! - Digo dando uma mordidinha no canto da sua boca.

- Prefiro você de prato principal, sobremesa e café da manhã! - Digo dando uma mordidinha no canto da sua boca

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

Fico encarando aquela gostosa toda vermelhinha na minha frente e quase não acredito no que ela acabou de dizer

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

Fico encarando aquela gostosa toda vermelhinha na minha frente e quase não acredito no que ela acabou de dizer... café da manhã?Ela era inocência e pecado junto... Puta que pariu, ela quer me matar! Essa putinha vai ser minha perdição! Já não me reconheço em estar traindo minha Klin e ainda por cima tenho que ficar 'encantado' com o jeito dela? Isso é até gay. Até por que eu só quero fode-la e depois esquece-la. Mas eu a quero pra mim! Como eu disse pra ela, ela é minha! Só minha e não consigo nem imaginar em outro chegando perto dela... Vinicius, que porra é essa. Uma hora quer só fode-la e outra quer ser seu dono? Ahhh que se foda. Vou me preocupar com o agora e agora quero fode-la com força até meu nome sair daquela boquinha.

Então sem esperar mais nada, puxo ela pelo braço carregando-a para o carro sem nem olhar pra trás. Ela vem me seguindo meio que tropeçando por causa de seus saltos e sem muita paciência coloco-a em meu obro tirando dela um gritinho de surpresa. De vez ou outra olho de lado para aquela bunda que esta tão próxima da minha cara... já imagino eu batendo naquela bundinha branquinha até deixa-la vermelha. PORRA!!! Apreço os passos mais ainda, passando pelo segurança QUE CHAMOU ELA DE FADA que sem entender nada vem atras da gente falando algo que nem esculto... mas Ísis manda ele ficar despreocupado. Coloco ela no banco e ponho o cinto nela e logo depois entro no carro...

- Você vai pro meu apartamento e só ira sair de la amanhã de manhã, depois que eu tomar toda sua bocetinha como café da manhã! - Ligo o carro partindo em direção ao meu apartamento e colocando minha mão em sua coxa, quase em sua virilha.

Então de repente ela vem chegando mais perto de mim e passando a mão sob minha ereção. Fazendo eu suspirar de tesão tentando me controlar. Eu preciso chegar logo senão vou come-la nesse carro mesmo...

Chegamos ao prédio pouco tempo depois e desço do carro abrindo sua porta logo depois. Pego sua mão e vamos juntos ao elevador. Aperto o botão e fico encarando a porta ate que ele chegue evitando até olhar para ela. Pois não quero da um show em frente as câmeras de segurança. Aperto com mais força sua mão e sinto que esta nervosa.

O elevador acaba de chegar em nosso andar e abro a porta puxando-a para dentro e fechando-a novamente em seguida.



Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.



Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.
DOCE LOUCURA - Quando menos esperamos aconteceLeia esta história GRATUITAMENTE!