Aria Winchester

4.1K 175 63

Aria P.O.V

Desde que a minha tia Mary morreu nada ficou como antes, minha mãe andava super estranha eu a apanhava muitas vezes ao telefone com alguém e penso que era sempre a mesma pessoa. Eu sou a Aria Winchester tenho 19 anos e ia entrar para a faculdade brevemente.

 Eu sou a Aria Winchester tenho 19 anos e ia entrar para a faculdade brevemente

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

Dean P.O.V

Eu e o Sam estávamos a caminho de Rosewood por causa de um caso de uma mulher que apareceu morta misteriosamente, de repente o Castiel apareceu:

-Dean e Sam a vossa prima está em perigo!

-Que susto Cas podias ao menos avisar antes de aparecer do nada.

-Desculpa Dean.-O Castiel fala com uma cara seria.

-Espera Castiel tu disses-te que a nossa prima está em perigo?

-Sim, Sam a Aria.

-A Aria nós nem a conhecemos pessoalmente, mas o que está a acontece?

-A vossa tia morreu e no corpo dela está a Rubi.

-O que?-Fala o Sam.

-Foram ordens do Crowley ele quer algo dela.

-Estamos já a caminho Castiel.-Falo.

-Espera Dean nós nem sabemos onde ela mora.-Fala o Sam pensativo.

-É em Rosewood.-Diz o Castiel.

-Nós já estávamos a ir para lá.-Fala o Sam.

O Castiel foi-se e agora só éramos eu e o Sam de novo, chegamos rápido a cidade saímos do carro e fomos até um café para comer alguma coisa e pensar num plano. Fomos para uma mesa perto da janela e o Sam abriu o Notebook dele e ficou la a ver as coisas logo chega o Empregado:

-Bom dia, o que vão querer?

-Dois cafés e um Hamburguer.-Falo e o empregado olhou-me feio.

Mas logo foi buscar os pedidos e até foi rápido a trazer e o Sam pergunta-lhe:

-Conhece a família Winchester?

-Sim está ali a Aria Winchester.-Ele fala apontando para uma mulher no balcão.

O Sam levanta-se e vai até ela e eu fiquei a ver.

Sam P.O.V

Fui falar com ela para tentar explicar-lhe que ela estava em perigo.

-Bom dia.-Falei a sorrir.

-Bom dia.-Ela responde friamente.

-Então tudo bem?

-Não tenho tempo para isto.-Fala e sai.

O Dean logo foi pagar os pedidos e fomos atrás dela, ela percebeu e começou a correr e nós também corremos atrás dela, ela entrou num beco.

Aria P.O.V

Eles estavam a seguir-me e eu entrei num beco mas droga o beco não tinha saída vejo eles a virem até mim e por isso ameaço-os:

-Afastem-se de mim ou vão arrepender-se.

-Calma Aria.-Fala o rapaz que veio falar comigo no café.

-Como sabes o meu nome? O que querem de mim?

-Somos os teus primos os Winchester.-Fala o outro.

-Pois pois e eu sou a Lara Croft.-Falo com ironia.

Um deles se aproxima de mim e eu dou-lhe uma joelhada nas partes intimas dele.

-Eu avisei.-Falo.

-Ele é o Dean e eu sou o Sam.

-Ahh são vocês.-Falo.

-É e não era preciso a joelhada eu não te ia comer só se tu quisesses.-Fala o Dean.

-Dean é melhor calares-te ou vais ficar infértil.-Falo ameaçando.

-Pronto Pronto parei.-Fala o Dean.

-Aria a tua mãe esta possuída.-Fala o Sam.

-O que? Vocês são loucos.

-Vamos fazer assim vais para casa e jogas esta água na tua mãe se ela começar a gritar de dor é porque ela é um demónio.-Fala o Sam.

-Tudo bem.-Concordo.

-E se ela for corres para fora de casa que nós vamos estar a tua espera no carro.-Fala o Dean.

-Ok se ela não for considerem-se mortos.

Fui para casa com o frasco na mão e bati a porta a minha mãe abre e fala:

-Esqueceste-te das chaves?

-Sim.-Falo e jogo a água na cara dela e ela começa a gritar.

Corri para o carro deles e eles arrancaram meu coração estava a mil.

-Não me olhem assim considerem-se vivos por enquanto.

-Vais ficar connosco.-Fala o Sam.

-Ai vai(Vou).-Pergunto eu e o Dean ao mesmo tempo.

-Sim vamos incinar-lhe a ser uma caçadora já que ela não tem mais ninguém.-Fala o Sam.

-Mas eu não quero.-Falo.

-Tu vens connosco e ponto final.-Fala o Dean.

-Mas...

-Não há mas nem meio mas vens e acabou.-Fala o Sam.

Suspirei e fiquei a olhar a estrada o caminho todo até aparecer um homem do meu lado.

-Que coisa é esta?-Falo.

-Eu sou um anjo, sou o Castiel.-Fala ele.

-Está tudo maluco só pode. Digam-la como fizeram isto?-Pergunto.

-Ele é um anjo de verdade.-Fala o Sam.

-Meu Deus. O mundo vai de mal a pior.-Falo.




Os WinchesterLeia esta história GRATUITAMENTE!