Capítulo 10

1.2K 105 4


Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

Acordei em torno das 10h da manhã. Olhei para os lados. Eu estava sozinho. Havia um bilhete na mesinha de cabeceira.

- Bom dia! Mande-me mensagem quando acordar. Sky.

Peguei o celular e mandei mensagem para ela. Alguns minutos depois um dos empregados me ajuda novamente no banho. Ele abre a grande cortina que há para a piscina. Vejo Sky sentada na borda de costas para mim.

- Asas! Ela tem asas!

Os cabelos amarrados em um coque. Estava com um biquíni florido que me fez lembrar biquínis de criança.

Ela olhou para trás e veio na minha direção e abriu a grande porta de vidro.

- Alexis! Venha tomar café. Sua fisioterapia hoje será na piscina.

Eu não ouvi o que ela disse. Estava olhando para ela. Toda.

- Vo-cê. Asas! – eu disse lembrando-se das grandes asas que vi na costa dela.

Ela sorriu.

- Tatuagem. Gostou? Faz tempo que eu tenho. Eu fiz quando... - Ela parecia tensa e mudou de assunto. - Então... Seu café!

Ela empurrou minha cadeira para fora onde havia uma mesa grande cheio de coisas saborosas. Conversamos sobre a noite passada. De como adormecemos rápido. Ela disse que acordou meia hora antes de mim. Disse-me também que a policia veio atrás aqui perguntar-me se eu estava melhor porque eu teria que depor depois de amanhã sobre o assassinato da minha mãe ainda. Depois que acabei o café, ela foi me apresentar o avô dela. Ele realmente era muito gentil.

- Muito prazer Sr.Otávio. – eu disse.

Ele sorriu e me cumprimentou, disse para eu ficar a vontade.

Logo após, partimos para a fisioterapia, na piscina foi mais pesado para mim, difícil. Fizemos vários exercícios. Cansei-me rápido mais estava bem motivado. Depois dos exercícios pesados, fomos almoçar.

- Vou te apresentar meus amigos nesta tarde – disse ela. – Você vai adora-los, são muito engraçados.

- Eles vêm aqui ou nós vamos sair?

- Vamos sair. Quero te levar num parque de diversões novo na cidade.

- Tudo bem, vai ser divertido. – eu disse sorrindo.

- Antes temos que resolver um assunto chato. Você terá que ir à delegacia.

- Você acha que vão solta-lo?

Ela de um suspiro. – Espero que não. Quando pegaram ele, ele não estava mais com o carro Alexis. To achando que ele tem um cumplice. Precisamos ter cuidado. A polícia não tem provas que ele matou sua mãe.

- Droga! Porque não me disse isso antes?

- Não queria estragar sua motivação pra fisio... – ela olhou para mim preocupada. Eu estava furioso, não com ela, mas com o idiota do Bento, o miserável que matou minha mãe e ainda por cima poderia ser solto. Ela continuou. - Alexis... Fizeram vários laudos e exames lá, ele bateu na sua mãe antes dela morrer. Isso esta comprovado para eles, então ele vai ficar preso lá por isso também. Não vão solta-lo, mas ainda acho que ele tem um cúmplice.

Sky [COMPLETO]Leia esta história GRATUITAMENTE!