Acordei no mesmo horário de sempre. Me levantei e peguei uma calça preta bem larga de cintura alta. Blusa azul claro de seda e um salto preto. Sem esquecer da minha lingerie branca toda rendada.

Tomo meu banhl e me visto. Pego um casaco preto e levo comigo. Como sempre minha bolsa está no balcão da cozinha. Ouço meu telefone tocar "Drag me down - One direction", é o meu toque. Vou correndo para o quarto e vejo o nome no visor.

Tio- Oi Ni! Como estão as coisas ai querida?

Meu chefe é um tremendo tarado e eu transei com ele no escritório dele... Nada de mais! (Percebam a ironia).

Eu- Tudo bem. Já fiz uma amiga aqui em Nova York.

Tio- Serio querida? Qual o nome da sua amiga?

Eu- Sofia, mais ela gosta de ser chamada de Sofí.

Tio- Hmm... Falou com seu pai? Ele queria que ligasse assim que se estabelecesse em Nova York.

Eu- Tio. Meu pai quer saber onde eu moro. Ele pagou a minha faculdade e agora quer pagar o meu apartamento. Eu não quero viver as custas de ninguém.

Tio- Eu sei querida. Mais tente ignorar essa mania do seu pai de sair pagando tudo. Ele é rico. É normal isso.

Eu- Eu sei mais me irrito... Ok. Ok eu vou ligar. Mais tenho que tomar café. As 07:00 tenho que estar na empresa.

Tio- Tudo bem querida. Bom dia e bom serviço pra você.

Eu- Pra você também titio.

Desligo e olho a hora. São 06:30, ainda tenho um tempinho para tomar café. Deixo o café passando da cafeteira e vou fazer a minha maquiagem no banheiro. Pego o meu brilho labial e levo comigo. Chegando na cozinha e já sinto o cheiro do café. Deus como é bom! Tomo meu café, escovo os dentes, passo o brilho lábial, coloco o meu perfume, pego as minhas coisas e saio de casa. Chego na empresa as 06:56. Voi chegar uns minutinhos antes. Quando o elevador chega no meu andar são 06:58. Chego na mesa da Sofí e me inclino para falar com ela.

Eu- Oi Sofí! Como foi sua noite?

Sofí- Sai para dançar com a minha irmã.

Eu- Nossa! Na próxima me chama em.

Sofí- Claro! Mais ontem você não podia.

Eu- Ué. Por que não?

Sofí- Gastou muita energia na sala do...

Eu- Que foi?

Rodrigo- Bom dia meninas.

Me viro e me deparo com aquela beldade de homem. Ele está usando um terno azul-marinho e uma gravata preta. Que homem lindo Jesus! Ele vem até a gente e sorri.

Rodrigo- Vamos Nicole.

Eu- Sim Senhor. - ele me olha interrogativamente e eu me lembro do que ele me disso ontem. - Sim Rodrigo.

Ele sorri pra mim e vamos na direção do corredor. Ele coloca a mão nas minhas costas me conduzindo. Quando eu vou me separar para ir para a minha mesa ele me impede e me conduz para a sua sala. Eu não vou transar com ele na sua sala de novo! Não vou mesmo.

Ele entra na sala e me larga ali dentro. Quando ele se vira para a porta e á tranca ja sei quais são os seus planos. Ele se vira na minha direção e me olha de cima a baixo e sorri ao chegar bo kugar que esta o meu decote, mais no momento está tapado pelo casaco.

A Assistente Pessoal - Trilogia Indecent Bosses I (será retirado em 06/06/17)Leia esta história GRATUITAMENTE!