Chapter 12: Eu, irresistível?

6.1K 691 76

2.1K !! Muuiito obrigada! Vou fazer os capítulos um pouco maiores para vocês agora. Eu ia postar toda quarta e sábado, mas como minhas aulas na facu começaram não vai dar :/

Não se esqueçam de ler, votar e comentar o capítulo.

Não consegui revisar o cap, então desculpa qualquer erro :)

Beijinhos e até sábado que vem!



Provavelmente eu estava louca, pirada. Olhando aquele deus grego comendo um simples sanduíche me deixou excitada. QUAL É O MEU PROBLEMA? Sean fechou os olhos quando mordeu seu lanche soltando um gemido delicioso depois revirou os olhos. Enquanto mordia não parava de me olhar, ainda gemendo.

Morta, eu tô morta. DEUS, PODE ME LEVAR!

- Eu, definitivamente, nunca comi algo tão bom assim Emma, você estava certa.

- Não precisa nem me dizer, eu sei. Lesma do mar, né? – disse zombando de sua cara lembrando do que estaríamos comendo agora, se não tivesse falado nada.

Ok, mesmo se eu não tivesse falado nada não estaria comendo esse troço nojento agora. Nem a pau!

- Nunca mais! Porque ele chama de DogBurger?

- No primeiro dia em que me mudei para cá com Jason viemos aqui. O lanche não era como é hoje, era um hambúrguer normal. Tuck vendia hot-dogs também na época. Nós viemos de ônibus para cá, então quando chegamos Jason estava morrendo de fome. – novidade – Na hora que pedimos ele convenceu Tuck de fazer um especial para ele, porque estava morrendo de fome e "um simples hambúrguer não iria dar um jeito". Assim Tuck colocou os ingredientes de todos os sanduíches do seu cardápio. Quando terminou o sanduíche parecia um hambúrguer monstro só que com salsicha.

Comecei a rir lembrando de Jason comendo naquele dia, e ele gostou tanto que pediu dois. DOIS! Sean parecia tão interessado no que eu estava dizendo que continuei.

- Toda sexta-feira, desde então, Jason passava aqui e pedia o mesmo sanduíche. Algumas vezes pedia a mim que levasse quando estivesse voltando do trabalho, mas na hora que eu ia fazer o pedido não sabia o que dizer, então como o sanduíche parecia um hambúrguer mais com salsicha comecei a chama-lo de DogBurger. Tuck gostou do nome e o adicionou ao seu cardápio, depois disso o lanche bombou. Ficou famoso e com o sucesso vieram as cópias, é claro, o resto é história.

- Uma baita de uma história se quer saber, seu irmão inventou o melhor hambúrguer do mundo! – disse Sean totalmente alegre e entusiasmado atacando seu sanduíche. Ri de seu exagero.

Enquanto arrumava e separava minha comida notei que Sean havia parado de comer e me observava com atenção. Esbanjava um sorriso brincalhão e carinhoso, seus olhos estavam brilhando enquanto me olhavam.

- O que foi? – Perguntei.

Com um sorriso no rosto respondeu-me balançando a cabeça – Nada.

- Fala logo Sean. Tem ketchup no meu nariz, não tem? – disse já pegando um guardanapo para me limpar.

- Não, não é isso. É que você come de um jeito engraçado.

- Ah...ta, é que eu separo a comida antes de comer. É uma mania estranha que eu tenho desde de criança. – Respondi. Ótimo, agora nem comer direito eu sei, na verdade eu nunca soube mesmo. Continuei separando minha comida e o encarando, só para provoca-lo.

Sean ainda não estava comendo e continuava me encarando. E Lá estava eu, jantando com um cara lindo, maravilhoso... com a cara enfiada em um sanduíche gigante, e trocando olhares "sedutores" com ele. Devia ter escolhido uma lanchonete, ou algo mais limpo para comer. Sanduíches, sério Emma? Devo estar super o conquistando com a cara suja de ketchup e sei la mais o que. Tuck coloca uns molhos estranhos nesse negócio.

Sempre sua Luce  (COMPLETO)Leia esta história GRATUITAMENTE!