Plano, falhou '-'

1.2K 70 2


3 dias depois

Rafael On

Depois que eu fui na delegacia aquele dia, fiquei sabendo que eles estavam desistindo, pois haviam procurado por toda a cidade e cidades por perto, mas nada, mas quando cheguei lá parece que uma esperança nasceu dentro deles. Fui lá ontem mas não deu em nada, eles não conseguiram achar a minha pequena, será que ela ainda ta viva?

Caralho, para de pensar nisso seu idiota.

O que eu vou pensar então? Sabendo que ela ta nas mãos daquele desgraçado.

Ela ta viva para de pensar nisso.

Tomara que meu subconsciente esteja certo, pois se não estiver eu juro que mato o Gustavo...

Gustavo On

Hoje seria o grande dia de uma nova vida ao lado de minha querida, ontem eu invadi a casa dela para pegar o passaporte dela, tbm peguei umas roupas, mas foi quase nada, a gente iria comprar o resto lá no Brasil mesmo. Já estávamos, a caminho do aeroporto, chegamos lá fizemos o check in, e fomos esperar chamar o nosso vôo, enquanto esperávamos eu vi a polícia e parecia que estavam procurando alguém. Eles não podem nos ver, puxei a Milena com tudo pra fora.

Mi- VOCÊ TA LOUCO? O QUE DEU EM VOCÊ AGORA?- ela gritou comigo

Gu- olha como você fala comigo mocinha, vamos embora pra casa, depois viajamos- ela revirou os olhos.

Milena On

Esses últimos três dias aqui, tem sido um inferno, só ficava nessa droga de casa o dia inteiro. Eu até tentei fugir mas não deu muito certo, eu acabei sendo pega pelo Gustavo, ele me bateu, ele tava muito estranho, depois que eu tentei fugir, ele me colocou em um quartinho lá e eu vi um buraco no chão mas eu não podia me mexer pois estava acorrentada, hoje nos iríamos viajar, mas o plano dele tava começando a dar errado, a polícia tava no aeroporto, espero que o Rafael me ache logo. Cheguei naquela casa, subi e fui para o "quarto" e acabei adormecendo.
Acordei com barulho de sirene acho que era a polícia, e vários barulhos na porta. Será que eles me acharam? Podia tanto ser eles. Tentei sair daquele quarto mas eu estava trancada.

Droga

Porque ele tinha que me trancar? Será que ele não se liga que eles já me acharam? Sou despertada desses pensamentos quando ouço a voz que eu mais queria ouvir.

Fael- Milena você ta aí? Meu amor me responde.

Eu gritava, mas acho que ele não ouvia, começei a fazer barulho naquele quarto, quando a porta se abre revelando Gustavo.

Gu- vamos embora daqui agora, a polícia está aí, não faça nenhum barulho, se você não quiser morrer- ele estava com uma arma na mão engoli seco, mas tinha que obedecer.

Saímos pelo fundo da casa, estávamos entrando no carro quando os polícias cercam o carro.

Policial- saiam com as mãos pra cima- Gustavo me puxou e falou pra mim não sair e ele arrancou com o carro, a polícia veio logo atrás e começou a atirar, no carro e atirou no pneu o carro derrapou, saímos do carro e Gustavo me puxou para perto dele e ameaçou.

Gu- NÃO CHEGA PERTO, SE NAO EU ATIRO NELA.

Um policial atirou e acertou o braço dele e ele me empurrou eu bati a cabeça no chão, e daí em diante eu não me lembro de mais nada...


Ooe, volteii
Espero que gostem.
Bjim ❤

OpostosWhere stories live. Discover now