Capítulo Três

838 70 0

Cecilia

Essa noite foi totalmente imprevisível,mas ela ficará marcada pra sempre em minha vida.

_ Até que enfim! Eu já estava quase mandando suas roupas para o hospital! Minha mãe disse assim que entrei em casa me tirando dos meus pensamentos. ,

_ Deixa de drama mãe! Dessa vez foi por uma boa causa! _ Falei beijando sua testa.

_ Então me conta oque aconteceu enquanto tomamos café! Sugeriu minha mãe.

Disse tudo oque havia acontecido para minha mãe,e ela como sempre me apoio em tudo que fiz.

_ Como é vergonhoso nosso sistema público de saúde!...é um absurdo uma pessoa doente ter que esperar horas por um atendimento! Minha disse indignada.

_ É por outro lado os particulares só pensa em lucrar, e esquecem sua principal função,atender quem precisa!...foi oque constatei ontem! Falei lembrando de tudo.

_ Mas pode ter certeza que estou orgulhosa de você! Minha mãe disse segurando minha mão.

Depois da conversa agradável com dona Marina, eu só queria duas coisas banho e cama! Dormir seria o melhor remédio para por minha cabeça em ordem, já que duas pessoas que eu havia acabado de conhecer, tinham deixado-na um tanto confusa. Talvez depois de descansar todo esse misto de emoções acabe passando.

*********

Acordei com o barulho do meu celular ,quem será que está me ligando bem no meio do meu descanso.

_ Alô? Falei enquanto bocejava.

_ Pode ir me contando tudinho Cissa! Só podia ser a louca da Julia.

_ Oi Julia!...e você quer que eu conte oque sua maluca?

_ O fato de você estar dormindo encostadinha naquele gato pai da Bel? Julia disse me fazendo pular da cama.

_ Você vio?...mas alguém vio? Disse desesperada.

_ para sua sorte não! .. mas fala logo oque interessa!

_ Não aconteceu nada!...coloquei um filme para a filha dele assistir e acabei dormindo e encostando nele, só isso! Falei.

_ Aí que pena!...mas careta como você é era de se esperar!...mas mudando de assunto,eu tive uma leve impressão que conheço o pai TDB de algum lugar!

_ eu também tive, mas não sei da onde!. Pelo menos eu não era a única a sentir isso, pensei comigo.

_ Bom já que você não tinha nada de interessante pra me dizer, vou dormir!até logo Cissa. Julia desligou,não tive tempo nem de me despedir.

Julia realmente não é desse planeta! . Sempre fomos amigas dês do tempo de colegial. Cada uma tinha sua característica, eu era a tímida, careta e cdf, Nati era determinada e perfeccionista,já nossa amiga japonesa Julia era a extrovertida e um pouco maluca mesmo. Lembrando disso me veio a ideia de olhar minhas antigas fotos da minha adolescência, quem sabe lá descobriria alguma coisa de Rodrigo.

Nossa quanto tempo não olhava essas fotos, como nos estamos mudados! Eu era magra como a Olivia palito e meu cabelo parecia que tinha vida própria, ainda bem que inventaram o definidor de cachos. Julia nessa época resolveu cortar o cabelo e pintar de vermelho isso lhe rendeu o apelido de cabeça de fósforo!. Já Nati sempre linda como uma princesa da Disney, loura e de olhos azuis deve ser por isso que foi a única que se casou!

Encontrei também as fotos do tempo de cursinho, nos tínhamos um professor que adorava tirar fotos,e depois ele revelava e dava para seus alunos,( é isso faz muito tempo quase não existiam redes sociais!) Nunca vou esquecer o professor Silas suas aulas eram super divertidas,e ele ainda realizava jogos de futebol suíço entre os alunos. Foi num desses jogos que eu levei uma bolada no rosto do Digão amigo do Edu, ele sempre vivia me encarando durante a aula e eu como sempre ficava vermelha de vergonha, e que eu tinha uma pequena quedinha por ele.

De repente um percebi algo que não pode acreditar, procurei feito uma doida a foto da turma do cursinho, e quando encontrei quase tive um ataque cardíaco!

_ Não acredito!...o Digão é o Rodrigo! Falei comigo mesmo.

Agora sei porque senti tudo aquilo, depois de tanto tempo, eram coincidência demais encontrar minha paixão adolescente assim?
Nesse momento minha mente me levou a oito anos atrás quando tudo aconteceu.................................

Destinos Traçados (completo) Leia esta história GRATUITAMENTE!